Por pbagora.com.br

Equipe Especializada do Patrimônio Público e Terceiro Setor reunirá promotores de Justiça em Cajazeiras para repassar dados da Operação Transparência

 

A Equipe Especializada do Patrimônio e Terceiro Setor se reunirá nesta quarta-feira (28) na Promotoria de Cajazeiras, a partir das 14h00, para repassar as informações sobre as investigações da Operação Transparência a mais sete promotores de Justiça que atuam em 30 municípios paraibanos. Com essa reunião, o Ministério Público da Paraíba pretende atingir os últimos municípios sertanejos unificando as ações da instituição no combate às fraudes em licitações.

Esse trabalho foi iniciado pelo MPPB em maio deste ano, quando essa politica institucional foi apresentada no município de Patos a 16 promotores, com atuação em 66 municípios do Sertão paraibano. À época, além dos membros da Equipe Especializadas, os membros do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado participaram do encontro, e repassaram todo o material de investigação que resultou na Operação Transparência. De acordo com o promotor de Justiça Clístenes Holanda, um dos coordenadores da Equipe, 85 inquéritos civis públicos foram instaurados, como resultado dessa primeira reunião.

“Com o encontro desta quarta-feira vamos atingir 30 municípios e com isso fechar todo o Sertão Paraibano. No mês de agosto será a vez dos municípios polarizados por João Pessoa e, depois, os polarizados por Campina Grande. Já sentimos os primeiros resultados do trabalho iniciado em maio, quando realizamos a reunião em Patos, e hoje vimos que 85 inquéritos civis públicos foram instaurados, o que significa que nós promotores de Justiça estamos realmente vigilantes para que os recursos públicos não sejam desviados”, afirmou Clístenes.

Além dos promotores coordenadores da Equipe Especializada do Patrimônio Público e Terceiro Setor, Clístenes Holanda e Alexandre Jorge, deverão participar da reunião o procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, e o secretário geral do Ministério Público, Bertrand Asfora. Os promotores de Justiça do Sertão receberão um DVD com documentos apurados na Operação Transparência para, com base nesses dados, instaurarem inquéritos civis públicos e ajuizarem ações de improbidade.
 

Ascom MPPB

Notícias relacionadas

Índice de inadimplência dos MEIs na PB chega a 44% em fevereiro

Um levantamento realizado pela Unidade de Gestão Estratégica e Monitoramento do Sebrae Paraíba aponta que, em fevereiro deste ano, 44,25% dos microempreendedores individuais do estado estavam inadimplentes em relação ao…

Efraim confirma destinação de recursos pelo MS para 126 Centros de covid na PB

O coordenador da bancada federal da Paraíba, deputado Efraim Filho, informou que o Ministério da Saúde, por meio da Portaria 650, concedeu R$ 452,9 milhões de incentivo financeiro para custeio…