Apresentações de palhaços, malabaristas, monociclos, equilibristas, mágicos, trapezistas e tudo mais que envolve o universo circense invadiram as ruas do bairro do Miramar até o Busto de Tamandaré, em Tambaú, na capital, durante o 23º desfile do maior bloco da prévia carnavalesca da Paraíba: o Muriçocas do Miramar. A festa, que todos os anos ocorre nas ‘Quartas-feiras de Fogo’, teve início às 19h e na edição de 2009 arrastou cerca de 400 mil foliões pela via folia.

Em quase quatro horas de folia, para garantir a animação na ‘Quarta-feira de Fogo’, 12 trios fizerão o percurso de cinco quilômetros (km). De acordo com Marconi Serpa, produtor executivo do bloco, a música sempre fez parte da tradição circense e que este ano o tema foi bem propício, já que no percurso realizado pelo bloco, a arte circense já está presente nos semáforos da avenida Epitácio Pessoa, principal corredor da folia.

“Tanto o circo quanto o carnaval são tradições milenares e vamos experimentar misturar estas duas linguagens artísticas”, comentou.

O encerramento do desfile Aconteceu às 2h da madrugada, em virtude de uma determinação da Secretaria de Meio Ambiente (Seman). Marconi Serpa explica que em atendimento à determinação, o desfile deste ano teve redução de 15 para 12 trios elétricos.

O estandarte da agremiação carnavalesca também remeteu ao universo do circo. Uma muriçoca se equilibrando em uma bola na corda bamba de um picadeiro de circo foram representados no 23º estandarte do bloco, que foi criação do artista plástico Archidy Picado Filho .

A principal atração deste ano foi o cantor, ator, violonista e dançarino pernambucano Antônio Nóbrega, que esteve em cima de um trio elétrico integralmente dedicado ao frevo. Antônio Nóbrega cantou baiões, maracatus, frevos-canções e marchas-de-bloco; tocando na rabeca, no violino e no bandolim choros, frevos ponteios e outras peças instrumentais.

Tanta diversidade de ritmos e de atrações deixaramm os foliões ansiosos para se divertirem na Quarta-feira de fogo. A cantora Gitana Pimentel mora em Campina Grande, mas disse que vem há seis anos da cidade onde mora especialmente para o desfile da agremiação carnavalesca.

“Eu não viajo no carnaval, então toda a minha folia é nas Muriçocas. Fico tranquila em brincar o carnaval no bloco porque sei que toda aquela multidão que está ali tem apenas o objetivo de se divertir”, disse.

Já a estudante de Direito Loredana Ramos, de João Pessoa, é frequentadora das Muriçocas há nove anos e vê no desfile do bloco uma festa democrática para se divertir com os amigos. “Brincar nas Muriçocas é uma das opções mais saudáveis no período de carnaval. Estou super ansiosa para me divertir com tranquilidade no desfile deste ano”, afirmou.


PB AGORA

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governadores do Nordeste publicam carta de repúdio contra Bolsonaro

Oito governadores do Nordeste assinaram uma carta em repúdio aos ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro contra o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). Em uma postagem no Facebook feita na última sexta-feira, Bolsonaro chamou Câmara…

Governador entrega reforma do Teatro Santa Catarina em Cabedelo

O governador João Azevêdo entregou, neste sábado (19), no município de Cabedelo, a reforma e ampliação do Teatro Santa Catarina, nas quais foram investidos aproximadamente R$ 5 milhões – 80%…