Por pbagora.com.br

 A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) comemorou, na tarde desta segunda-feira (21), os 80 anos de fundação do Betel, que foi homenageado com o Diploma de Honra ao Mérito. Na ocasião, foi outorgado o Título de Cidadão Pessoense ao diretor-presidente do Instituto Bíblico Betel Brasileiro (IBBB), pastor Edmundo Jordão de Vasconcelos Neto, natural de Recife (PE). A solenidade teve autoria do presidente da CMJP, vereador Durval Ferreira (PP).

 

Compuseram a mesa de trabalho o propositor da solenidade e o homenageado; o vereador Raoni Mendes (PDT), que secretariou a sessão; membros do IBBB: o primeiro e a segunda vice-presidentes, José Alcione Pinto e Glícia Almeida, respectivamente; o presidente do Conselho Fiscal, pastor Wellenberg Souza Andrade; o conselheiro da Assembleia Geral, reverendo José Alves e o coordenador de Comunicação, pastor Domires Reis. Também prestigiaram o evento, familiares do homenageado, servidores da Casa, pastores e diversos membros da comunidade evangélica em geral.

 

“É por merecimento, que nesta sessão solene, a Câmara Municipal de João Pessoa, por minha iniciativa, aprovada por unanimidade, outorga o Título de Cidadão Pessoense ao Pastor Edmundo Jordão de Vasconcelos, e concede o Diploma de Honra ao Mérito ao Instituto Bíblico Betel Brasileiro, pela comemoração dos seus 80 anos de fundação. O pastor Edmundo exerce o sagrado ofício há 31 anos. É um honrado pastor evangélico em nossa cidade e é o atual Presidente do IBBB pelo segundo mandato. Conheço o Instituto há muitos anos, quando era liderado pela saudosa e amada Missionária Lídia Almeida de Menezes. Nas ocasiões em que pude encontrá-la, percebi o quanto era valiosa a missão do Betel”, justificou o presidente da CMJP, que fez uma explanação da vida do Pastor Jordão, exaltando seu trabalho de evangelização.

 

Um vídeo sobre o homenageado foi apresentado com depoimentos de familiares, colaboradores e amigos. Por sua esposa, a missionária Ana Maria Dias, o pastor Edmundo é descrito como um pai amoroso, participativo, homem de caráter íntegro, de personalidade firme e sincera, zeloso com sua família e suas ovelhas. Sua mãe, Enid Malta Jordão, o descreve como um filho amoroso e cuidadoso, esposo dedicado e amável e pai amigo. Seus amigos e colaboradores o descrevem como conselheiro, zeloso e apaixonado, homem que conhece dores, sabe partilhar bênçãos, compartilhar o pão, sabe ser colo e direção, e acima de tudo, se colocar no lugar do outro, considerar e honrar o ministério que Deus lhe confiou.

 

O pastor Edmundo Jordão fez questão de transferir a homenagem a toda sua família e a seus colaboradores no IBBB. “Sinto-me honrado com esta homenagem, mas estendo a todos os que fizeram parte de minha jornada, em especial a minha família, que é o esteio de minha vida. A Deus pertence a honra, a glória e o poder pelos séculos e séculos. Amém”, finalizou o homenageado que fez um breve relato sobre as ações do IBBB, destacando sua missão evangelizadora nos seguintes países: Portugal, Inglaterra, Alemanha, Sérvia, Japão, Índia, Estados Unidos, África do Sul, Mocambique, Equador, Paraguai, Bolívia e Peru.

 

O Coral Antônio Leite da CMJP iniciou a solenidade com a execução do Hino Nacional e executou o Hino Oficial de João Pessoa. O grupo Ministério Vida enlevou a celebração entoando hinos de louvor.

 

Sobre o homenageado

 

Edmundo Jordão de Vasconcelos Neto nasceu em 23 de abril, em Recife (PE). Veio para João Pessoa, onde iniciou seus estudos teológicos no Instituto Bíblico Betel Brasileiro e em 1984 iniciou suas atividades no ministério. No Instituto foi também professor e coordenador geral das Igrejas. Evangelizou e plantou igrejas nas comunidades de Bola na Rede, Distrito Mecânico e Marés. Nos últimos 24 anos é pastor em João Pessoa, no Bairro Funcionários I e construiu o colégio do Betel, na localidade. Tem realizado trabalhos de assistência a dependentes químicos, evangelismo em presídios, hospitais, escolas e diversos bairros da Capital paraibana. Também atuou em outras igrejas: Ilhéus, na Bahia, Curionópolis e Transamazônica, no Pará, São Paulo, Capital. Implantou igrejas em cidades como Munhós, em Minas Gerais, no garimpo de Serra Pelada e na Serra dos Carajás, Sul do Pará.

 

Betel nasce em Patos, no interior da Paraíba

 

O Betel Brasileiro nasceu do Instituto Bíblico Betel, fundado em 1934 na cidade de Patos, no Sertão paraibano, pela Missão União Evangélica Sul-Americana (UESA) e dirigido pela missionária canadense Nellie Ernestine Horne. Em 1940, o Instituto Bíblico Betel se estabeleceu em João Pessoa (PB), e após nove anos iniciou a construção da sua sede própria, no Bairro Cruz das Armas. Em 22 de dezembro de 1968, passou a ser liderado pela professora Lídia Almeida de Menezes, sendo denominado Instituto Bíblico Betel Brasileiro, tornando-se uma entidade civil, religiosa, educacional e interdenominacional. O Instituto se dedica à formação de vocacionados para atuar em atividades pastorais, missionárias e assistenciais.

 

Ascom

Notícias relacionadas

PMJP renova carteira de U$ 200 milhões com o BID até 2024

A Prefeitura de João Pessoa participou, na tarde dessa quarta-feira (12), da revisão de Carteira do Programa João Pessoa Sustentável junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que tem investimento…

MP pede cancelamento de vaquejada marcada para ocorrer neste mês na PB

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) recomendou, nesta quinta-feira (13), o cancelamento de uma vaqueja prevista para acontecer entre os dias 28 e 30 de maio no município de Mogeiro.…