A Paraíba o tempo todo  |

Clube dos Oficiais da PM e BM incorpora-se à campanha SOS Seca

O Clube dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar da Paraíba está totalmente incorporado à campanha ‘SOS Seca Paraíba’, de iniciativa da Assembléia Legislativa e instituições da sociedade civil organizada, conforme revela o próprio presidente da entidade, coronel Francisco de Assis.

 

Para ele, o peso político e social de instituições como essas  é de extrema significação na condução da Campanha, sobretudo nos rumos que ela tomará, daqui da base até a própria presidente Dilma Rousseff (PT). 

Ele ressalta a maneira como a sociedade paraibana vem atendendo aos apelos do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Ricardo Marcelo (PEB), através dos inúmeros postos de coleta de assinaturas que se espalham por várias regiões do Estado, a partir mesmo da Capital, e diz vislumbrar, em tudo isso, o descortinar-se de horizontes de grandes e boas perspectivas em prol das populações que sofrem o drama das terríveis estiagens que se abatem sobre o Semi-Árido.

O coronel Francisco de Assis chama a atenção da classe política da Paraíba para o fato de o Governo Federal vir fazendo pouco caso da situação de penúria por que vem passando a população que se concentra nas áreas mais secas do Estado, não apenas n o que concerne a problemas originários das estiagens, em si, mas – e sobretudo – no que diz respeito à retomada das obras de transposição de água do Rio São Francisco. 

“Está-se adiando a vinda da presidente Dilma Rousseff, à Paraíba, para que ela possa ver, in loco, o sofrimento do nosso povo, como se essa questão não merecesse o respeito e a atenção das instituições públicas do País”, desabafa o presidente do ‘Clube dos Oficiais’, dizendo-se disposto e decidido a solicitar apoio político de todos os militares, com assento no Congresso Nacional, e não apenas do deputado  Major Fábio (DEM-PB), no sentido de fortalecer, ainda mais, esse movimento.

 

Assessoria

 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe