No Nordeste, a chuva representa esperança para o campo. Mas a preocupação é que o volume pode acabar não sendo suficiente pras plantações, como mostra levantamentos feitos recentemente pela da Agência Executiva de Gestão de Águas (AESA), onde destacam que, voltou a chover em várias cidades do Sertão da Paraíba na noite dessa segunda-feira (25). Em Patos a chuva de 1,44 milímetros, apesar do volume de água ser muito pouco, serviu para amenizar o clima dos 39° registrados nos últimos dias, a última chuva registrada na cidade de Patos antes foi no dia 3 de agosto.

Conforme a meteorologista da AESA Marle Bandeira, o período chuvoso do Sertão é entre os meses de fevereiro a maio. “Geralmente final de novembro para dezembro acontecem chuvas isoladas no Sertão da Paraíba”, frisou.

O especialista em Meteorologia Rodrigo Cézar Limeira, explicou que as chuvas foram ocasionadas pelo fenômeno “instabilidade atmosférica decorrente de frentes frias no sul da Bahia”. De acordo com o estudioso a associação entre calor e alta umidade do ar, juntamente com o período chuvoso do sul da Bahia provocaram as pancadas de chuvas no Semiárido Paraibano.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Estado da Paraíba: aumenta severidade da condição de seca grave

A última atualização do Monitor de Secas aponta que a Paraíba teve um aumento da severidade da condição de seca grave entre a região da Borborema e Agreste paraibano. No…

Livânia pode ter perdão judicial e pena de oito anos em ‘prisão domiciliar’

Denunciada no âmbito da Operação Calvário, a ex-secretário de Estado da Paraíba, Livânia Farias, se condenada, deverá cumprir sua pena em prisão domiciliar, com base em acordo de delação premiada.…