Por pbagora.com.br

Em tempos de pandemia, a Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição, em Campina Grande, intensificou a campanha de solidariedade para as pessoas afetadas pelo vírus. Por iniciativa da Pastoral da Alimentação, a Catedral está pedindo doações de máscaras, alimentos e material de higiene.

Desde o início da Quaresma, e se intensificando com a pandemia, a Catedral está com uma campanha de arrecadação de donativos para ajudar as pessoas que mais precisam. Para isso, disponibiliza o horário da manhã, da terça-feira ao domingo, para quem deseja realizar as doações na própria igreja.

O vigário-geral da diocese e pároco da Catedral, padre Luciano Guedes, reforçou o pedido de ajuda durante entrevista à Rádio Campina FM.

– A Campanha da Fraternidade da Catedral de Campina Grande continua e não foi lançada só agora, mas desde a Quaresma e dando continuidade quando se entrou neste contexto da pandemia. Intensificamos as ações e, na realidade, é uma campanha contínua e, com a prolongação dessa situação crítica, cada vez mais a necessidade vai aumentando. Temos recebido uma média de 20 a 30 pessoas por dia que procuram a Catedral como ponto de referência em busca de alimentos, máscaras, material de higiene e limpeza. Então se você puder ajudar e abraçar essa causa, pode deixar os materiais na Catedral no turno da manhã – apelou.

O padre ainda deixou uma mensagem de fé e esperança para os fiéis.

“Agradecer todos os gestos de solidariedade e desejar a todos que a força de Deus e a paz d’Ele possa habitar o seu coração e a sua vida. Certamente quando a gente se conecta com Deus, a gente encontra um sentido para viver, existir, fazer o bem à sociedade inteira.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

JP: comércio volta ao horário normal e cinemas e áreas de lazer retornam

Em reunião com representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) na manhã desta segunda-feira (26), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou novas medidas de flexibilização para o horário…

Banco deve indenizar em R$ 10 mil cliente que foi feito refém durante assalto

A Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba negou provimento à Apelação Cível nº 0807307-53.2015.8.15.0001 interposta pelo Banco Santander S/A, que foi condenado pelo Juízo da 4 Vara…