Por pbagora.com.br

A Arquidiocese da Paraíba fez uma recomendação para os fiéis que participam de celebrações no Estado para que evitem alguns contatos em missas após caso suspeito de coronavírus.
Com o primeiro caso de coronavírus suspeito sendo investigado na Paraíba, o pedido é que alguns contatos sejam evitados durante as missas.

Segundo a assessoria de imprensa da Arquidiocese da Paraíba, essa recomendação é uma situação comum em casos de algum perigo de saúde. A orientação é evitar o cumprimento no “momento da paz” e que o sacerdote e ministros só entreguem a hóstia na mão do fiel e não na boca, como acontece algumas vezes.

A recomendação não altera nenhum calendário rotineiro de missas na região que abrange a Arquidiocese da Paraíba, isto é, João Pessoa, mais 34 cidades do Litoral da Paraíba, além de algumas cidades do Agreste.

O primeiro caso suspeito de coronavírus (Covid-19) na Paraíba está sendo investigado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O caso foi notificado na terça-feira (25), conforme nota divulgada pelo órgão nesta quarta-feira (26). O paciente, um homem paraibano de 59 anos, está internado no Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa.

Segundo o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, o teste preliminar para a doença foi feito e o resultado deve ser divulgado em até 48 horas. Geraldo Medeiros observou que não há motivos para pânico e que os casos serão devidamente investigados. E tranquilizou a população.

Geraldo Medeiros disse que a preocupação e apenas para as pessoas que foram recentemente a Itália. Ele disse que a população deve tomar algumas precauções com lavar as mãos com álcool e gel.

PB Agora

Notícias relacionadas

Confira a programação da Super Live da PMCG em homenagem a Dominguinhos

A Prefeitura Municipal de Campina Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social (Semas), faz os últimos ajustes para a Super Live em homenagem a Dominguinhos, que acontece nesta quinta-feira,…

João Azevêdo desmente fake news sobre privatização da Cagepa

Nesta quarta-feira (16), o governador João Azevêdo desmentiu o que tachou de fakenews, que foram disseminadas nas redes sociais em relação à gestão da Companhia de Água e Esgotos da…