O deputado federal Julian Lemos (PSL) saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro (PSL),nesta quarta-feira (30), e classificou de ‘armação’ a tentativa de envolver o nome do chefe do executivo no assassinato da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, ocorrido em março de 2018.

Para o parlamentar, há uma tentativa de se criar uma narrativa que vise incriminar o presidente.

“Não acredito em nenhum envolvimento dele. Não falo isso por ser do partido dele. A injustiça eu conheço muito bem de perto, não apenas conheço, como também convivo com ela diariamente e ainda sou vítima dela. Ela produz dores profundas na alma, e ontem eu vi isso no presidente, que estava ali com a revolta dos injustiçados. Posso estar em qualquer situação entre mim e o presidente, mas acho que ele está sendo vítima de fato de uma armação e acredito que isso muito em breve será esclarecido”, disse

Nas redes sociais, Julian também se posicionou sobre o tema.

“Diante de qualquer injustiça, os justos não devem se calar. Venho aqui prestar minha solidariedade ao Pres. Jair Bolsonaro, eu que fui e sou vítima de injustiças até hoje, não irei concordar com esse teatro, estarei de pronto para cumprir mais uma vez meu papel de aliado se preciso for”, postou

PB  Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro é recepcionado em CG por Romero e Efraim Filho

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) desembarcou na manhã desta segunda-feira (11) em Campina Grande para participar da entrega das chaves aos beneficiados do Conjunto Habitacional Aluízio Campos. Bolsonaro foi recepcionado…

Evangélicos realizam Luau Legacy no próximo sábado em João Pessoa

A principal atração do primeiro Luau Legacy de João Pessoa será o grupo Lagoinha Music, membros da Igreja Batista da Lagoinha, igreja que nasceu o Ministério Diante do Trono. O…