A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Cartas encalhadas na PB já somam 4 milhões

A ECT continua executando o plano de contingência, para entregar o maior número possível de cartas, inclusive com mutirões durante o final de semana.

Publicado em 27/09/2011 as 07h30 Compartilhe
A paralisação dos funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) já chega a 15 dias. Segundo Fábio Ricardo, diretor do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios na Paraíba, o número de correspondências encalhadas no Estado já é superior a quatro milhões, já que o volume diário chega a 320 mil.

A ECT continua executando o plano de contingência, para entregar o maior número possível de cartas, inclusive com mutirões durante o final de semana. Na Paraíba, a empresa possui cerca de 1.200 funcionários.

De acordo com Fábio, a greve continua forte pois não houve nenhum avanço nas negociações. Em nota, os Correios solicitam que os funcionários retornem às atividades, para que as negociações sejam retomadas.
 

 

Jornal da Paraíba

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe