Por pbagora.com.br

O Governo do Estado, por meio Central de Transplante, elaborou uma programação especial em alusão à 13ª Campanha Estadual para Doação de Órgãos e Tecidos. Com o tema: “Sinal Verde para a Vida. Diga Sim à Doação de Órgãos!” o evento começa no dia 26 deste mês com o ‘Trem da Vida’, que acontece das 8h às 11h, na Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), em João Pessoa. Na ocasião, será realizada a divulgação das ações da Central de Transplante, além da sensibilização sobre a importância do ato de doar De acordo com os dados, no primeiro semestre deste ano, foram realizados 105 transplantes de córneas e 36 de rins.

Segundo a coordenadora da Central de Transplante da Paraíba, Gyanna Lys Montenegro, a programação tem continuidade no dia 27, quando acontece um culto ecumênico para familiares de doadores e receptores de órgãos e tecidos. O evento, que acontece às 17h, no auditório do Instituto de Assistência do Servidor (IASS), antigo Ipep, também será aberto ao público.

 

A programação prossegue no dia 28, com a realização da capacitação sobre o processo de doação e transplante, ministrada pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). O evento acontecerá às 8h, no auditório da Unimed-JP. A 13ª Campanha Estadual para doação de órgãos e tecidos será encerrada no domingo (29) com a realização da “Caminhada pela Vida”, às 8h, na praia de Tambaú.

Gyanna Lys destacou que o Governo da Paraíba investe na política pública de transplante no Estado. Foi montada uma equipe que atua no diagnóstico de morte encefálica de possíveis doadores de órgãos e tecidos no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O serviço funciona em regime de plantão 24 horas e conta com a atuação de quatro profissionais, sendo três neurologistas e um neurofisiologista especialista em imagem. No Trauma, também foi reestruturada e está em atividade a Comissão intra-hospitalar de doação de órgãos e tecidos para transplante. Ainda foi formada a equipe de médicos, composta por um cirurgião geral, um cirurgião cardíaco, um urologista e um anestesiologista, que atua na captação de órgãos a serem transplantados

 

Sobre o Serviço – a Central de Notificação, Captação e Distribuição de Órgãos da Paraíba, vinculada à Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba, foi criada com a finalidade de fazer busca ativa, receber notificação, captação e distribuição de órgãos e tecidos, conforme a Lei n.º 9.434/97.

A Central desenvolve o Programa de Educação Continuada com cursos de capacitação profissional nas universidades, hospitais, escolas públicas, privadas e estabelecimentos empresariais.

O processo de doação e a realização do transplante envolve a atuação de uma equipe formada por vários profissionais. “Psicólogo, assistente social, enfermeiro, médico transplantador e apoio administrativo são elementos importantes nesse quadro, além da família do doador, sem a qual a doação efetiva não ocorre. É a figura fundamental para viabilizar todo esse trabalho em equipe”, destacou Gianna.

Para ser doador, basta manifestar o desejo à família. Cabe a ela a decisão sobre a doação. A Central de Transplante disponibiliza o telefone: (083) 3244-6192 para outras informações.

 

Secom – PB

 

Notícias relacionadas

Bruno pedirá a Marcelo Queiroga prioridade para maternidade e nova UPA

O prefeito Bruno Cunha Lima garantiu na manhã desta sexta-feira, 16, durante entrevista à Rádio Correio FM, que uma das suas maiores metas administrativas é realizar uma verdadeira revolução na…

Emlur faz contrato emergencial para regularizar coleta de lixo em João Pessoa

Um contrato emergencial foi assinado pela Empresa de Limpeza Urbana de João Pessoa (Emlur-PB) com uma empresa especializada em limpeza urbana e coleta de lixo com o intuito de regularizar…