Por pbagora.com.br

O promotor de Justiça Ronaldo José Guerra, que atua na Promotoria de Cabedelo, abriu inquérito para investigar um suposto calote da gestão Leto Viana em um fornecedor de equipamentos médicos.

A investigação tem como alvos, além do ex-prefeito de Cabedelo, o ex-secretário de Saúde, Jairo George Gama e foi iniciada após representação da empresa HospLife LTDA.

De acordo com o representante legal da fornecedora, não houve o cumprimento do pagamento previsto no contrato 0123/2015 – CPL, oriundo do processo licitatório de Pregão Presencial nº 055/2015.

O promotor ressaltou que no caso pode haver a malversação de recursos públicos, o que geraria base para uma denúncia de improbidade administrativa.

Confira o documento:

 

Da Redação

 

Notícias relacionadas

Na PB, Bradesco é condenado por cobrança em conta-salário

Por decisão da Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba foi mantido o valor da indenização de R$ 5.500,00, que o Banco Bradesco deverá pagar, a titulo de…

Idoso sofre parada cardíaca ao se afogar em praia de João Pessoa

Na manhã desta segunda-feira (17), um idoso sofreu uma parada cardíaca ao se afogar no mar da Praia de Cabo Branco, em João Pessoa. De acordo com informações de parentes,…