A Paraíba o tempo todo  |

Bruno Farias lamenta fakes do prefeito de CG: “Não é hora de politicagem”

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O líder da bancada governista na Câmara Municipal de João Pessoa, Bruno Farias (Cidadania), lamentou na noite deste domingo (07) declarações desatualizadas do prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), que citou dados, segundo o parlamentar, falsos sobre os leitos de UTI em João Pessoa.

“O prefeito de Campina, talvez induzido ao erro, disse que o hospital Santa Isabel reduziu o número de vagas de UTI de 40 para 20. Essa informação não procede; Isso é uma fake news! O plano de contingência da unidade na gestão Cartaxo previa 50 leitos de UTI para o Ministério da Saúde, mas era pura ficção. E nunca chegou a 20. Só recebemos 10”. E completou: “Em poucos dias, Cícero abriu mais 60 vagas em uma única unidade hospitalar, sem falar das 25 novas que estão sendo abertas no Pronto Vida”, desabafou Bruno.

O líder explicou que, ao contrário do que o prefeito de Campina Grande falou, “a rede municipal conta agora com 227 leitos exclusivos para Covid-19, sendo 100 de UTI, 95 de enfermaria e 32 de estabilização”. “Sem falar que Cícero e Leo abriram 5 novas usinas de oxigênio, o que exigiu a adequação das UPAS e hospitais”, esclareceu.

Farias disse ainda que, ao invés de usar as redes sociais para disseminar medo e desinformação, após uma reunião em que o governador João Azevedo (Cidadania) mostrou-se aberto ao diálogo, o prefeito da Rainha da Borborema deveria assumir a postura de gestor de uma grande cidade que tem o papel de atender a sua macrorregião, sem se lamentar por este papel, já que recebe recursos para tanto. “Não é hora de divisionismo nem de politicagem. O que a Paraíba precisa é de união para salvar vidas. Graças a Deus e ao povo, João Pessoa escolheu um gestor humano e consciente de sua responsabilidade”, arrematou.

Entenda:
Bruno questiona Estado por rebaixamento de CG para bandeira amarela

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe