O município de Bayeux foi destaque na edição deste ano do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), divulgada pela Comunidade Educativa, que afere a qualidade e dá oportunidade ao acesso à Educação.

Bayeux obteve nota 3,9, a maior da série histórica, iniciada em 2015. Na primeira edição, Bayeux ficou com 3,5 pontos, permanecendo estagnada em 2017 com a mesma nota. Já em 2019, sob a gestão do prefeito Berg Lima, o município chegou à sua maior pontuação com nota 3,9, ficando em terceiro lugar na Região Metropolitana da Capital, atrás apenas de João Pessoa (4,5) e Cabedelo (4,0), ficando à frente dos municípios de Conde (3,8) e Santa Rita (3,7).

“Ficamos felizes por obtermos um resultado histórico e, sem dúvida é o resultado do trabalho que está sendo feito em todas as pastas da nossa gestão, principalmente enxergando com mais intensidade a educação, que é onde nos preocupamos, já que sabemos que os nossos alunos são o futuro do nosso país”, disse o prefeito Berg Lima.

O IOEB é um indicador que considera não apenas o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), resultado de aprendizagem divulgado a cada dois anos pelo governo federal, mas também outras variáveis de acesso, como a oferta de vagas em creche e pré-escola, a formação de professores, a experiência dos diretores de escola e a quantidade e crianças e adolescentes que não estão matriculados na escola.

Para o secretário de Educação, Flávio Henrique, o objetivo principal do IOEB é dar aos gestores ferramentas para que o governo federal, estadual e municipal, trabalhem em regime de colaboração para melhorar o atendimento do sistema educacional para todos os moradores em idade escolar de determinada cidade, disse o secretário.

Redação 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPT sugere acordo entre patrões e empregados para evitar demissões

A procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB), Myllena Alencar, sugeriu, como forma de evitar demissões durante o período de suspensão de atividades de algumas empresas, acarretado pelo…

Estado garante pagamento de abril, mas faz alerta sobre meses subsequentes

O secretário de Estado da Receita, Marialvo Laureano, comentou, em entrevista na tarde desta quarta-feira (8), as ações financeiras do estado com o objetivo de reduzir os impactos causados pelo…