Por pbagora.com.br

O presidente Jair Bolsonaro decretou como serviços essenciais em meio à pandemia do novo coronavírus, os salões de beleza, barbearias e academias de esportes. Mas a medida, de acordo com o governador João Azevêdo, não valerá na Paraíba.

O gestor estadual justificou sua postura alertando que o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia definido que cabe a governadores e prefeitos definirem seus decretos conforme cada realidade.

O motivo apontado por Bolsonaro para tal decreto, mesmo quando o país já conta com mais de 11 mil mortos pela covid-19 é que essas atividades estão relacionadas com a saúde por tratarem do corpo e da higiene. O decreto determina ainda que as atividades precisam obedecer à determinação do Ministério da Saúde para garantir a segurança sanitária de clientes e profissionais.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Confira a agenda dos candidatos à PMJP neste domingo (25)

Muitas visitas e reuniões. Essas duas atividades estão na agenda de praticamente todos os candidatos à prefeitura de João Pessoa neste domingo (24). Confira a agenda em ordem alfabética. Confira…

Juiz libera pesquisa Datavox e resultado aponta evolução de Lorena em Monteiro

O juiz Nilson Dias, da 29ª Zona Eleitoral, com sede em Monteiro, liberou nesta sexta-feira (23), a publicação da pesquisa de opinião pública do Instituto DATAVOX, registrada pelo site PB…