Os vereadores Jorge Camilo (PT), Eliza (PPS) e Pastor Edmilson (PRB) se uniram para cobrar do Ministério Público do Estado e do Procon do Município a aplicação urgente das leis municipais, aprovadas pela Câmara de Vereadores, que dificultam e coíbem a prática de assaltos nas saídas das agências bancárias da Capital, conhecidas como “Saidinha de Banco”.

Jorge Camilo ocupou nesta terça-feira, dia 3, a Tribuna da Casa para destacar a eficácia de algumas leis municipais de fundamental importância para diminuição desse tipo de crime, a exemplo da instalação de tapumes entre os caixas e as filas nas agências, proibição do uso de aparelhos de celular no interior dos estabelecimentos bancários e a instalação de câmeras de vídeo na parte exterior dos bancos.

Camilo solicitou, na ocasião, “o esforço dos parlamentares para que os órgãos competentes fiscalizem a efetividade das medidas aprovadas”.

Fonte: Ascom/CMJP
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Menino que comoveu o mundo com vídeo sobre bullying entra em campo com time de rugby

O menino de nove anos que comoveu o mundo ao protagonizar um vídeo no qual expõe sua tristeza pelos atos de bullying contra ele foi homenageado durante uma partida de…

Mídia Nacional diz que RC vai pular carnaval de tornozeleira eletrônica

O portal Antagonista repercutiu a decisão da justiça que determinou o uso de tornozeleira eletrônica pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB). Segundo a publicação, o socialista vai pular o Carnaval com…