Por pbagora.com.br

Os vereadores Jorge Camilo (PT), Eliza (PPS) e Pastor Edmilson (PRB) se uniram para cobrar do Ministério Público do Estado e do Procon do Município a aplicação urgente das leis municipais, aprovadas pela Câmara de Vereadores, que dificultam e coíbem a prática de assaltos nas saídas das agências bancárias da Capital, conhecidas como “Saidinha de Banco”.

Jorge Camilo ocupou nesta terça-feira, dia 3, a Tribuna da Casa para destacar a eficácia de algumas leis municipais de fundamental importância para diminuição desse tipo de crime, a exemplo da instalação de tapumes entre os caixas e as filas nas agências, proibição do uso de aparelhos de celular no interior dos estabelecimentos bancários e a instalação de câmeras de vídeo na parte exterior dos bancos.

Camilo solicitou, na ocasião, “o esforço dos parlamentares para que os órgãos competentes fiscalizem a efetividade das medidas aprovadas”.

Fonte: Ascom/CMJP
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jovem é morto por quatro tiros na frente do filho na Grande João Pessoa

Quatro homens invadiram uma casa e mataram um um jovem de 20 anos ,com vários tiros. O crime aconteceu, na noite desta terça-feira (22), no bairro Tambay, em Bayeux, na…

Monitor registra forte aumento da área com seca na Paraíba em agosto

A última atualização do Monitor de Secas aponta que na Paraíba, em agosto, houve ligeira expansão da área de seca fraca no leste e intensificação do fenômeno, que passou da intensidade fraca para…