Por pbagora.com.br

O governador João Azevêdo lançou na manhã desta segunda-feira, dia 13, na Vila Olímpica Parahyba, o Programa de Incentivo ao Esporte Paraibano.

Na ocasião João detalhou o formato do programa a necessidade de se realizarem alterações, já que os antigos Gol de Placa e Bolsa Atleta, são alvos de investigação do Ministério Público.

“Os clubes serão contemplados com recursos que vão para o campeão, para o vice-campeão, para quem participa de um campeonato nacional, quem for pra série C, quem for pra série B, ou seja, todos os clubes, no caso do futebol da Paraíba serão beneficiados e os outros esportes da mesma forma, dependendo do campeonato que essa atividade ou tipo de modalidade participa e em que patamar aí nós vamos fazer a distribuição desses recursos entre todo o mundo. O que importa é que serão cerca de R$ 7 milhões destinados a esse programa, as bolsas serão em função do ranking que cada atleta tem nacionalmente, internacionalmente, enfim, da forma como ele puder ser incentivado e terão duração de doze meses para que o atleta possa trabalhar com tranquilidade” declarou.

O governador explicou ainda que não haverá obrigatoriedade de prestação de contas, já que o maior objetivo é que os atletas elevem o nome da Paraíba na área do esporte.

“A prestação de contrapartida não há aquela obrigatoriedade como havia antes que foi o que gerou efetivamente o problema. Nós queremos incentivar o esporte porque entendemos claramente que qualquer esporte que divulgue o estado da Paraíba, que possa integrar à Paraíba a nível nacional ele é importante porque os estádios quando estão cheios fazem rodar a economia” disse.

O novo programa anunciado por João vai atender entidades e clubes que participam de competições expressivas, atletas, para-atletas e técnicos.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eleição indireta em Bayeux tem cinco candidaturas contestadas

Cinco das seis candidaturas registradas para disputar a eleição indireta na cidade de Bayeux correm risco de serem impugnadas. É que um dos inscritos, o Coronel Ardnildo Moraes alegou que…

Mª da Penha: PB tem mais de 5 mil medidas protetivas ativas

Uma legislação para proteger as mulheres, e coibir a violência Nesta sexta-feira (7), completam-se 14 anos desde que foi instituída a Lei Maria da Penha sancionada pelo ex-presidente Luiz Inácio…