Por pbagora.com.br

 A passagem do ano na Capital reuniu milhares de pessoas no Busto de Tamandaré, em uma grande festa preparada pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) para receber 2017. Mas logo que acabaram os festejos, entrou em ação a equipe da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). No trecho entre as praias do Cabo Branco até o Bessa, os agentes recolheram mais de 55 toneladas de resíduos no dia 1º de janeiro.

 

A ação contou com a participação de 275 profissionais, entre agentes de limpeza, equipe de varrição, coleta seletiva, coleta de resíduos domésticos e fiscais. De acordo com o diretor de operações da Emlur, Mozart de Castro, o trabalho vai continuar intenso na orla por conta do aumento de pessoas que frequentam o local, que chega até 15% a mais durante o mês de janeiro – devido às férias escolares e a chegada do Verão.

 

“Reforçamos o nosso efetivo para manter o nível e a qualidade do serviço, por isso a equipe teve um acréscimo para continuar atuando na orla da cidade. Nesse período, as praias são muito frequentadas por turistas e paraibanos, e devemos sempre ter uma atenção na área”, informou.

 

Resíduos – Após a coleta, os resíduos são tratados por meio do método francês Modecom, separando-os por amostragem em 13 categorias. Cada categoria tem um tipo de tratamento. São elas: papel; plástico; vidro; orgânico; metal; papelão; resíduos especiais (perigosos – solventes/metais pesados/resíduos de serviços de saúde); inertes (pedras/ osso); inflamáveis; higiene pessoal (fraldas/absorventes/papel higiênico); tecido; resíduos verdes (podas) e finos (menores que dois centímetros).

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

Governo da Paraíba adere ao programa MigraCidades da ONU

O Governo da Paraíba integra o programa MigraCidades, da Organização Internacional para as Migrações (OIM), agência da ONU para as migrações coordenada, no Brasil, pela Universidade Federal do Rio Grande…

MPF denuncia internautas da PB por comentários racistas contra baianos

O Ministério Público Federal (MPF) na Paraíba denunciou à Justiça Federal dois internautas, residentes em Santa Rita (PB) e João Pessoa (PB), por praticarem discriminação e preconceito de procedência nacional,…