Por pbagora.com.br

A defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) contestou a nova denúncia contra o socialista oferecida pelo Ministério Público estadual tornando Ricardo, sua esposa Amanda e seu irmão Coriolano, além de mais outras 5 pessoas, réus suspeitos de fraudes no Laboratório Industrial Farmacêutico do Estado (Lifesa).

A denúncia do Ministério Público da Paraíba (MPPB) foi aceita pelo juiz Adilson Fabrício, da 1ª Vara Criminal de João Pessoa.

De acordo com a defesa de Ricardo Coutinho a denúncia do Ministério Público não deveria ter sido recebida por não estar “estruturada em elementos mínimos que legitimem a persecução penal”.

O advogado Eduardo Cavalcanti ainda complementou:

“No prazo legal e momento processual oportuno, a defesa irá provar a inocência do ex-governador”.

Entenda:

Ricardo, Amanda e Coriolano viram réus em nova ação da Calvário

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Clientes da Energisa podem parcelar contas vencidas em até 12 vezes pelo cartão de crédito

A partir desta semana, a Energisa oferece mais uma opção para ajudar os clientes a manterem as contas em dia: o parcelamento das contas atrasadas em até 12 vezes no…

Polícia prende suspeito de matar ex-namorada a facadas em Zabelê

A Polícia Militar prendeu em Pernambuco, um jovem de 20 anos suspeito de matar a ex-namorada, de 15 anos, com pelo menos 30 facadas, no município de Zabelê, Cariri paraibano.…