A Associação dos Policiais Civis (Aspol) divulgou nota na noite desta quinta-feira (12) informando que estão há 80 dias sem resposta ou proposta do Governo do Estado para as reivindicações da categoria.

Uma assembléia a ser realizada na próxima semana servirá para que os policiais avaliarem a situação das negociações, podendo inclusive deliberar greve. Confira a nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A ASPOL vem a público, informar a todos os policiais civis e a sociedade em geral, a decisão da Assembléia Geral realizada em data de hoje:

a) Mais uma vez, os policiais civis demonstram o seu compromisso com o povo paraibano e a sua disposição ao diálogo, aguardando por mais uma semana a reunião com o Governador do Estado sem retomar a paralisação das atividades;

b) Os policiais civis realizarão na próxima quinta-feira, dia 19/02/2009, às 17:00h, em local a ser confirmado, nova assembléia geral para deliberar sobre o resultado da audiência com o Governador (se houver) ou apenas para definir detalhes sobre a retomada da paralisação, que ocorrerá em caso de não haver avanços nas negociações, no sábado dia 20/02/2009;

c) Os policiais civis estão aguardando a decisão do governo se vai haver ou não greve, pois completa-se 80 dias sem que haja uma resposta ou uma proposta por parte do Estado.

Alem do compromisso sempre evidente dos policiais civis com a nossa população, consideramos ainda a própria situação pessoal, enquanto ser humano, do Governador Cássio Cunha Lima, compreendendo a importância de suas ações para sua defesa nas instancias judiciais e por respeito a este momento e ao nosso povo entendemos que devemos esgotar todas as possibilidade.

Mais ainda, toda a Paraíba clama por segurança pública e isso nos chama a responsabilidade de informar a sociedade que já fizemos o máximo, sem causar nenhum transtorno a mesma, porém nos parece que a GREVE é inevitável, em face de que é o único instrumento que temos para conquistar a nossa dignidade.

João Pessoa, 12 de fevereiro de 2009.

FLAVIO EMILIANO MOREIRA DAMIAO SOARES

Presidente da ASPOL

PB AGORA

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB faz parceria com ONG internacional para Educação em Direitos Humanos

O Governo do Estado, por meio da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac) e da Secretaria de Educação do Estado, com o Ministério Público Federal…

Paraíba tem 5ª menor taxa de pessoas mortas por policiais no primeiro semestre de 2019

A Paraíba é o quinto estado com menor taxa de pessoas que foram assassinadas por policiais nos primeiros seis meses de 2019. Os dados são do Monitor da VIolência, com…