O Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos na Paraíba (SINTECT-PB) decidiu acatar o pedido do Tribunal Superior do Trabalho (TST) para mediar a negociação sobre os direitos reivindicados pela categoria até o dia 31 de agosto. A decisão aconteceu após assembleia realizada na noite de ontem (31).

Em declaração à imprensa o diretor do sindicato, Toni Sérgio, informou que caso proposta do TST não atenda os trabalhadores, eles devem entrar em greve a partir do dia 1º de setembro. De acordo com ele, as propostas da empresa apresentadas este ano são nociva aos trabalhadores porque representam a retirada de direitos como vale-alimentação, redução do adicional de férias e redução de adicional noturno e do fim de semana.

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) afirma que está “pela manutenção de todos os direitos conquistados ao longo de décadas”.

Entenda mais: Correios fará assembleia nesta quarta-feira e pode parar na Paraíba

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário da PB critica posicionamento de Bolsonaro que voltou atrás na criação do Ministério de Segurança

Após o presidente Jair Bolsonaro voltar atrás e dizer que pelo menos por enquanto, a chance da recriação do Minsitério da Segurança Pública é “zero”, o secretário da área na…

Paraibano lança curso ensinando fazer robôs em plataforma internacional

Todos nós conseguimos perceber mudanças cada vez mais velozes no mundo. Em menos de uma década, passamos dos computadores de mesa e ambientes conectados apenas através de cabos para uma…