Interditada no dia 19 de maio, o Frigorífico Guaraves, em Guarabira, teve seu funcionamento liberado pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). A Corte aceitou o pedido da defesa após a empresa apresentar medidas de segurança para evitar contágio dos funcionários pela Covid-19. Em inspeção feita anteriormente, o Tribunal encontrou riscos para os trabalhadores. Quase 25% dos trabalhadores foram testados positivo para a doença.

Em sua decisão, o juiz do Trabalho Antônio Cavalcante da Costa Neto descartou o pedido da nulidade da interdição, mas determinou a desinterdição uma vez que a empresa apresentou um documento em que mostra medidas preventivas para a Covid-19. “Houve determinação por parte da empresa para adequação dos procedimentos de Segurança do Trabalho, novas práticas para o transporte de trabalhadores, formas de rastreamento de pessoas infectadas, delimitação das áreas de vivência com redução da circulação”, entre outros, diz o texto.

Nesta terça-feira (27), Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) decidiu recorrer da decisão e pediu à Justiça do Trabalho que revogue a interdição. Para o órgão, o frigorífico tornou-se “um preocupante foco de disseminação da Covid-19, expondo a sérios riscos epidemiológicos a população de Guarabira”.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Defesa registra 52 mm de chuva em JP; veja locais mais atingidos

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Noé Estrela, as chuvas das últimas seis horas já registram 51.8 milímetros de água em João Pessoa. Ainda segundo ele, não houve…

Secretários destacam importância da doação de R$ 2 milhões da ALPB

O secretário de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia, Claudio Furtado, e o secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, destacaram o comprometimento da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nas ações…