Por pbagora.com.br

Interditada no dia 19 de maio, o Frigorífico Guaraves, em Guarabira, teve seu funcionamento liberado pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT). A Corte aceitou o pedido da defesa após a empresa apresentar medidas de segurança para evitar contágio dos funcionários pela Covid-19. Em inspeção feita anteriormente, o Tribunal encontrou riscos para os trabalhadores. Quase 25% dos trabalhadores foram testados positivo para a doença.

Em sua decisão, o juiz do Trabalho Antônio Cavalcante da Costa Neto descartou o pedido da nulidade da interdição, mas determinou a desinterdição uma vez que a empresa apresentou um documento em que mostra medidas preventivas para a Covid-19. “Houve determinação por parte da empresa para adequação dos procedimentos de Segurança do Trabalho, novas práticas para o transporte de trabalhadores, formas de rastreamento de pessoas infectadas, delimitação das áreas de vivência com redução da circulação”, entre outros, diz o texto.

Nesta terça-feira (27), Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) decidiu recorrer da decisão e pediu à Justiça do Trabalho que revogue a interdição. Para o órgão, o frigorífico tornou-se “um preocupante foco de disseminação da Covid-19, expondo a sérios riscos epidemiológicos a população de Guarabira”.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias relacionadas

Em JP, Baleia Rossi demonstra confiança na bancada da PB para eleição na Câmara

O deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) em visita à Paraíba, esteve reunido com parlamentares da bancada federal da Paraíba nesta sexta-feira (22), em João Pessoa. O governado da Paraíba, João…

Opinião: Azevêdo e Tião Gomes “salvam” Bruxaxá e geram mão de obra qualificada

Clima ameno, casarões coloridos e seculares. Belíssimo calçamento irregular e histórico, o município de Areia é roteiro obrigatório para os amantes do turismo histórico, cultural e ecológico. Ou os que…