Um fato bastante relevante para o Estado da Paraíba, e que praticamente passou despercebido de quase todos, inclusive, da vigilante imprensa paraibana: a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) entraram para o ranking das melhores universidades do mundo.

No contexto nacional, estas duas instituições que, originalmente, eram uma só e depois foram desmembradas, também estão entre as 50 melhores do país, conforme o World University Rankings 2019-2020, divulgado este mês pelo Center for WorldUniversity Ranking. O Ranking envolve duas mil instituições de ensino superior em todo o mundo, sendo 52 do Brasil.

Motivo de grande regozijo, para todos nós paraibanos: a Universidade Federal da Paraíba que, vem sendo torpedeada pela gestão de Jair Bolsonaro e seus seguidores, ocupa orgulhosamente a 27ª posição no país, de acordo com a classificação, e a 5ª na Região Nordeste.

Ainda de acordo com o World University Rankings 2019-2020, a Universidade Federal de Campina Grande ocupa a 46ª colocação no Brasil, e a 8ª no Nordeste.
Entrosados

O governador João Azevêdo e o seu antecessor Ricardo Coutinho podem até terem andado chateados um com o outro. Mas quem estiver esperando rompimento entre os dois é melhor esperar sentado. Em recentes declarações, Azevêdo aponta Coutinho como fortíssimo candidato do seu partido, o PSB, à prefeitura de João Pessoa.

Enquanto isso, nesta quarta-feira (14), o ex-governador Ricardo Coutinho festejou o aniversário de João: “Hoje é dia de desejar um feliz aniversário para o governador João Azevêdo. Desejo felicidade, saúde e muitos anos de vida para continuar trabalhando pela nossa Paraíba”.

Transposição

O ex-governador Ricardo Coutinho está articulando um grande evento popular em Monteiro, para despertar a atenção do país em tom de pedido de socorro para a transposição das águas do Rio São Francisco.

Marcado para 1º de setembro, às 10h, no mesmo local em que houve a inauguração popular daquele trecho da transposição com a presença dos ex-presidentes Lula e Dilma, o evento se chamará SOS Transposição.

Diz o ex-governador e presidente da Fundação João Mangabeira, Ricardo Coutinho, em sua convocação para este evento: “O Nordeste vai se encontrar em Monteiro, na Parahyba. O Brasil está convidado. Não aceitaremos que destruam a transposição do Rio São Francisco. Dia 1º de setembro, às 10h. Novamente, Monteiro será a capital da luta do povo brasileiro”.

 

Wellynton Farias
PB Agora

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Heron Cid deixa Sistema Arapuan após quatro anos na empresa e destaca gratidão

O apresentador dos principais programas do Sistema Arapuan FM, tanto no Ràdio, quanto na TV, Heron Cid comunicou nesta segunda-feira (19) seu desligamento do Sistema Arapuan após quatro anos na…

UFCG: confira concorrência de concurso para técnico administrativo

Cargos mais concorridos são os de Técnico em Assuntos Educacionais, Enfermeiro e Assistente em Administração. A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) divulgou nesta segunda-feira, dia 19, o resultado final…