O clima no Palácio da Redenção está centrado no bem tratar da coisa pública, estando o governador João Azevêdo (PSB) pautando sua administração para o crescimento da Paraíba. Tal constatação foi observada em fala do socialista no último final de semana, ao participar de evento ligado ao encerramento do projeto Rota Cultural Caminhos do Frio, em Alagoa Grande, brejo Paraibano.

João Azevêdo foi claro quando explicou não ser sua prioridade agradar grupos políticos ou pessoas. Para o governador, a construção de uma agenda positiva está traçada em processos administrativos assertivos, e ele assim o faz separando problemas internos da sua legenda partidária e o governo ao qual está à frente.

Pragmático, foi o próprio Azevêdo que deu o tom de buscar a paz entre o governo federal e os governadores da região Nordeste, em crise institucional e política recente. Afastado dos “vendavais” partidários, sobra para o socialista tempo destinado a formatar, ajustar ou dar seguimentos a projetos administrativos estaduais. E essa estratégia vem atingindo a eficácia esperada.

O chefe do Executivo paraibano, nos últimos dias, manteve agenda com ministros do governo federal e participou do Encontro dos Governadores do Nordeste, em Teresina. Além desses compromissos, diálogos foram mantidos com empresários chineses que estiveram em Brasília.

Dentro da pauta: a construção do estaleiro de reparos em Lucena, cujo investimento injetará no Estado paraibano algo próximo à quantia de R$ 3,5 bilhões, estando nesse acessório econômico a abertura direta de seis mil empregos.

E nesse livre caminhar de João Azevêdo, o que se nota é uma calmaria, seja na Granja Santana, ou no Palácio da redenção. Dentro da pauta administrativa do governador, “solavancos” políticos estão dispensados. E ele faz certo. O povo quer resultados concretos para uma melhor qualidade de vida, não discursos inflamados que possam tirar a Paraíba dos trilhos do desenvolvimento.

Crescimento econômico, atenção especial a pastas como Saúde, Educação e Segurança Pública estão na ordem do dia da gestão estadual. E para o arremate, a frase do governador em Alagoa Grande já diz tudo: “Não deixarei de tomar nunca as medidas [administrativas] , quer sejam agradáveis ou não para grupos ou pessoas, desde que o interesse da população esteja na frente”.

Eliabe Castor
PB Agora

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

ALPB debate inclusão social e Programa Justiça Presente em audiências públicas

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realiza, nesta segunda-feira (11), às 14h, audiência pública que acontecerá no âmbito da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência com o…

Evangélicos realizam Luau Legacy no próximo sábado em João Pessoa

A principal atração do primeiro Luau Legacy de João Pessoa será o grupo Lagoinha Music, membros da Igreja Batista da Lagoinha, igreja que nasceu o Ministério Diante do Trono. O…