Por pbagora.com.br
Emergencial

“A ALPB dá um passo gigante, é pioneira num projeto que fará uma grande diferença na vida e milhares de brasileiros e eu estou imensamente feliz de ter tido a iniciativa de propor que a Paraíba fosse protagonista de uma ação nacional em defesa da manutenção e ampliação do prazo de vigência do pagamento as pessoas desassistidas e sem renda. Com isso, nós vamos ter a garantia de alimentos na mesa do mais simples, assim como a economia funcionando. Pode ter certeza que é uma grande conquista da Paraíba. Ao assumir essa causa, a ALPB fortalece a luta por uma causa tão nobre”, disse hoje (06), o deputado estadual Jeová Campos após votação e aprovação do Requerimento de nº 8595/2020, que era de sua autoria e agora passa a ser responsabilidade da Mesa Diretora da Casa.

A sugestão de que a matéria passasse a ser conduzida pela Mesa Diretora da ALPB, tendo todos os deputados paraibanos como autores da proposta, foi feita pelo deputado Jeová, durante sessão remota nesta quarta-feira (06). A sugestão foi de pronto acatada pelo presidente, Adriano Galdino. “Aceito a sugestão do deputado Jeová e o requerimento que era de sua autoria, passa a ser agora da Mesa Diretora e de todos os deputados da ALPB que quiserem subscrever o requerimento. Essa é uma causa que tenho certeza que vai contemplar todos os brasileiros necessitados”, disse Adriano Galdino.

Em seguida, Jeová solicitou que fosse oficiada a todas as assembleias legislativas do país essa iniciativa da ALPB e também o governador João Azevêdo. Adriano Galdino disse que a partir de hoje vai providenciar essa divulgação não só para as assembleias, mas para todos os parlamentares do Brasil, além do presidente da República, Jair Bolsonaro. A matéria em questão propõe a prorrogação do pagamento do benefício emergencial, custeado pelo Governo Federal, com recursos do Tesouro Federal, às pessoas desempregadas, sem renda e autônomos, até 31 de dezembro de 2020. A iniciativa, segundo Jeová, é importante porque os três meses de pagamento do auxílio emergencial (março, abril e maio) não serão suficientes para minimizar os prejuízos causados pela pandemia.

“Vamos levar esse pleito e iniciar uma campanha nacional em defesa das pessoas menos favorecidas e a Paraíba será pioneira neste processo. Os efeitos devastadores do Covid-19 no Brasil, não apenas na economia e saúde da população, mas, na vida das pessoas, estão sendo muito maiores e mais graves do que se previa anteriormente, principalmente, dos mais vulneráveis. Em função disso, sugerimos essa prorrogação do pagamento do auxílio de R$ 600,00, inicialmente, previsto para ser pago durante esses três meses”, argumenta o parlamentar.

Jeová destaca que a manutenção do benefício até dezembro não tem apenas o objetivo de minimizar os efeitos da pandemia para a população mais vulnerável, dando-lhe oportunidade de ter o mínimo necessário para o sustento e sobrevivência, mas, também fazer girar a economia das cidades. “Essas camadas populares, consomem o que recebem, no mercado, no supermercado, na farmácia, o mercado, por sua vez, compra no atacadista, que compra da indústria e isso tudo faz a economia girar, produzindo renda e riqueza e, em contrapartida, impostos que fazem a economia se movimentar. Na atual conjuntura, é preciso ampliar a base de consumo da sociedade brasileira. Nós precisamos ter o povo consumindo que é para a indústria não quebrar, porque se isso acontecer quebra o país”, reforça Jeová.

O parlamentar lembrou ainda que essa iniciativa também delimita o papel dos políticos que estão ou não comprometidos com as causas do povo. “Há políticos que estão comprometidos com ações e iniciativas que valorizam as causas populares e buscam, a partir daí, contribuir com a melhoria da qualidade de vidas das pessoas e outros que só sabem fazer proselitismo. Viva os mais humildes e se Deus quiser vamos conseguir no Congresso, na Presidência da República a extensão deste benefício até o mês de dezembro, atenuando o sofrimento de nosso povo”, finalizou Jeová.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MP manda prefeitura de Princesa empossar aprovados em concurso

O Ministério Público da Paraíba celebrou um termo de ajustamento de conduta para que o Município de Princesa Isabel emposse, em até 45 dias, os aprovados no último concurso público,…

Motociclista fica ferido após colisão com carro, no Centro de JP

Neste sábado (24), um motociclista ficou ferido durante uma colisão envolvendo um carro e sua moto, entre as ruas Beira Rio e Maximiliano Figueiredo, no Centro de João Pessoa. Segundo…