Os deputados Lindolfo Pires, Walber Virgulino, Trocólli Junior e Branco Mendes tiveram seus telefones clonados nas últimas 24 horas e várias tentativas de golpes estão sendo aplicadas pelos criminosos.

Por conta disso, os parlamentares estão alertando à população para que desconsiderem as mensagens enviadas por eles, que na maioria das vezes pedem a transferência de dinheiro, com a alegação de que já atingiram o limite de movimentação do dia e que no dia seguinte faria a transferência de volta.

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) está dialogando com cada um dos deputados que foram vítimas, vai acionar as autoridades competentes para apurar o caso e iniciar ação para cobrar das operadoras de telefonia uma atuação mais forte com o objetivo de melhorar a segurança das linhas telefônicas.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em Brasília, João tenta destravar cerca de R$ 800 milhões em empréstimos

Nesta terça-feira (28), o governador João Azevêdo participa de reuniões no Ministério do Desenvolvimento Regional, na Funasa e no Tesouro Nacional, em Brasília, com o objetivo de destravar empréstimos para…

Ciência e tecnologia ajudam Polícia Civil no combate ao crime na PB

Na Paraíba, a tecnologia e a ciência vêm se revelando grandes aliadas da Polícia Civil no combate à criminalidade. Responsável pelas perícias criminais, o Instituto de Polícia Científica (IPC) dispõe…