A Paraíba o tempo todo  |

Adriano Galdino cobra ao governador apuração rigorosa da morte de empresário por policiais sergipanos

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, encaminhou oficio ao governador João Azevêdo, ao secretário estadual de Segurança, Jean Nunes; ao delegado geral da Polícia Civil, Isaías Gualberto; e ao presidente da Assembleia do estado de Sergipe, Luciano Bispo, solicitando à adoção de medidas administrativas necessárias no sentido de investigar, com a máxima urgência possível, a execução do empresário paraibano, Geffeson de Moura Gomes, 32 anos, ocorrida na noite da última terça-feira (16), no município de Santa Luzia, Sertão paraibano.

A execução aconteceu após uma suposta operação da Polícia Civil do Estado de Sergipe para combater o tráfico interestadual de drogas e o veiculo de Geffeson teria sido confundido com o dos suspeitos.

No ofício encaminhado ao presidente da ALSE, Adriano Galdino solicita atenção de Luciano Bispo no sentido de cobrar do governador, Belivaldo Chagas Silva, bem como do ao secretário de Segurança Pública daquele, João Eloy de Menezes, a instauração de procedimento para apurar ações de policiais civis do Estado de Sergipe dentro da Paraíba, que resultou na trágica morte do empresário paraibano.

Adriano enfatiza que as investigações preliminares aponta que o jovem empresário paraibano era um homem de bem, sem envolvimento com nenhum tipo de irregularidade e sua morte precisa rigorosamente investigada e os culpados punidos.

“Temos acompanhado a dor dessa família que perdeu um ente querido em uma ação desastrosa da polícia de Sergipe por isso a Assembleia está solicitando aos governos da Paraíba e Sergipe um rigorosa investigação do caso. Não podemos aceitar que as forças policias, pagas com direito público, ceifem vidas de inocentes”, afirmou.

 

Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe