Por pbagora.com.br

Ajuíza Vanessa Moura Pereira de Cavalcante rejeitou pedido feito em Ação Popular que pedia a decretação, por parte da prefeitura de Patos de lockdown por conta do novo coronavírus.

A referida ação foi ajuizada pelo pré-candidato a prefeito da cidade, Lenildo Ferreira.

De acordo com o entendimento da magistrada, “não cabe ao poder judiciário a definição das prioridades, as quais, aos olhos desta magistrada, somente devem ser adotadas de acordo com critérios unicamente técnicos, pela União, Estados e Municípios para o desempenho de tais funções, evitando-se que o poder judiciário exorbite o limite de sua atuação constitucional, para abarcar aspecto decisório pautado por conteúdo político, num exercício, portanto, de autocontenção judicial” diz trecho da decisão.

Confira:

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bombeiros vistoriam unidades comerciais e de serviço na região de CG

O Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB), por meio da Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) em conjunto com o 2º Comando Regional de Bombeiro Militar (2º CRBM), realizou, de…

Mídia nacional repercute críticas de professor de Direito da UEPB à Operação Calvário: “lavajatismo”

O site UOL publicou, nesta sexta-feira, reportagem da jornalista Aliny Gama a respeito das declarações do professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) sobre a Operação Calvário, que tem como…