Em dezembro enviei correspondência eletrônica ao prefeito Ricardo Coutinho. Como nunca obtive resposta, resolvi publicar naquele dia no Blog do Clilson.

No dia seguinte, foi feita a licitação. Não poderia ou talvez não devesse, mas foi feita. Estranhamente 30 dias após cancelamento do primeiro pregão 048/2008 realizado em novembro.

Aqui quando se faz uma denúncia, visando contribuir, é visto como adversário. Acredito que esse tipo de comportamento não colabora com a democracia. Desde o primeiro governo, estão utilizando o slogan ‘Deixa o Mago trabalhar’. Nós deixamos. Trabalhe Mago! Quem está empatando?

Sou contra o pregão e a terceirização da merenda por três motivos.

1º) O Empreender-JP. Claro que é um projeto grandioso. Eis a contradição. O fato é que quatrocentas micro-empresas fornecem merenda para as escolas municipais no modelo de descentralização da merenda. Esses dados são da PMJP. E descentralizar a merenda foi promessa de campanha. Promessa de Ricardo.

2º) A SP Alimentação, empresa que papou o pregão, dispensa comentários.

3º) 1.170 trabalhadores da rede municipal de ensino, que ocupam funções de merendeiras e auxiliares de merenda e de serviço.

Jamais questionei a honestidade e lisura do “prefeito” neste imbróglio todo. Sempre fui firme em pedir o cancelamento para uma investigação transparente.

As evidências apontam para um erro. Fiquei chocado ao ler a declaração do vereador Aristávora Santos, que por alguma ironia do destino hoje é líder do prefeito na CMJP. Outro equívoco. [Tavinho sempre teve a cara de Cícero. Sempre foi a segunda pele de Cícero. Foi secretário do Cícero, vice-líder de Cícero. Unha e carne do coletivo do caboclo]. Porque precipitado? Líderes buscam soluções e enfrentam problema político/administrativo sem jamais querer colocar a sujeira debaixo do tapete. A SP nem precisou contratar um advogado. Tavinho tratou de defender a empresa paulista. Como esse líder vem de outra escola, tratou de desqualificar os indícios.

A SP teve problemas em mais de 20 municípios. A cidade de São Paulo foi denunciada agora. Maceió teve problemas com a SP antes de 2007. A terceirização da merenda fede em Canoas, Sapucaia do Sul, Ourinhos, Barueri, Cotia, Guararema, Hortolândia, Itapevi, Itaquaquecetuba, Itatiba, Leme, Mauá, Osasco, Taubaté e agora em João Pessoa.

Eu poderia dizer a mesma coisa que uma amiga que acabara de enviuvar falou no velório : – Antes tarde do que nunca!

Para quem estiver esperando alguma crítica ao prefeito, caso ele tome tal atitude, pode tirar o cavalinho da chuva. Darei parabéns mesmo.

Continuarei vigilante. Às vezes acertando, às vezes errando.

O que dói é ver vereadores [ todos sem exceção ] quem não tem coragem de exercer um mandato popular dado, comprado ou franqueado pelo povo.

Vereador só serve para fiscalizar. Quem não fiscaliza, não vale uma moeda furada.

Antecipadamente, parabéns Ricardo Coutinho.

Espero ler essa notícia até esta quarta-feira de fogo.

“Prefeito suspende licitação da merenda e determina investigação urgente”

e-mails para coluna no [email protected]

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB faz parceria com ONG internacional para Educação em Direitos Humanos

O Governo do Estado, por meio da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida (Fundac) e da Secretaria de Educação do Estado, com o Ministério Público Federal…

TJPB nega pedido de interrupção de gravidez de feto com ‘Síndrome de Edwards

Por maioria de votos e em harmonia com o parecer ministerial, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba indeferiu o pedido de Tutela de Urgência nos autos da…