Por pbagora.com.br
Three businessman working and discussing business together in a meeting

O ano de 2021 será o ano de reconstrução depois de uma guerra contra uma pandemia que o mundo viveu em 2020. A expectativa é que ainda em 2021 já se tenha controle sobre a Covid-19 e que chegue a hora de se recuperar dos efeitos desse caos, principalmente na economia.

 

Em 2020 muitas pessoas conheceram a necessidade de ter domínio sobre suas finanças e estão prontas para buscar informações necessárias para cuidar de suas economias a partir de 2021, tendo assim mais segurança caso aconteça alguma situação que pode desestruturar suas finanças novamente. 

 

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas importantíssimas para que você possa cuidar da sua economia em 2021 e ter um ano mais próspero para que essa situação se permeie por muitos e muitos anos. Veja mais logo abaixo.

 

Como melhorar a sua economia em 2021

 

Primeiramente, você precisa entender de uma forma geral como se faz para melhorar as finanças. Para ter mais controle sobre sua economia, o ideal é que você aumente seus ativos e diminua seus passivos, mas você sabe o que isso significa? Nós te explicamos!

 

Passivos e Ativos, o que são? 

 

Passivo é tudo aquilo que tira dinheiro do seu bolso, seja necessário ou não. Suas despesas pessoais, taxas, o seu carro, sua casa, juros, planos de tv, entre outros gastos. Quanto menos passivos você tiver, mais dinheiro sobra para você organizar a sua vida financeira.

 

Ativos é tudo aquilo que coloca dinheiro no seu bolso. Investimentos, empreendimentos, renda extra, renda principal e imóvel alugado são ótimos exemplos. Quanto mais desses você tiver, mais dinheiro entra no seu bolso, o que te permite também ter melhores condições de aproveitar oportunidades.

 

Agora imagina como seria se você utilizasse uma combinação das duas estratégias? Mais dinheiro entraria e menos dinheiro sairia do seu bolso, causando uma diferença enorme no seu orçamento.

 

Abaixo falaremos de forma um pouco mais detalhada como controlar os seus ativos e passivos, mas antes era importante que você entendesse o conceito deles para tomar decisões melhores quando precisar pensar sobre dinheiro e economia.

imagem: https://pixabay.com/pt/illustrations/cofrinho-dinheiro-finan%C3%A7as-banc%C3%A1rio-2889046/

1 – Tenha controle das suas despesas

 

O primeiro passo para controlar seus passivos é saber exatamente qual a situação deles na sua vida financeira. Por isso, você precisará fazer um levantamento de todas as suas despesas para saber quanto gasta por mês e com o que.

 

Tente pegar o máximo de informações possíveis para fazer uma média de seus gastos. Por exemplo, pegue as faturas e contas de muitos meses anteriores e utilize-as para fazer uma média mais precisa de tudo que você gasta.

 

Portanto, ao fazer este levantamento você precisa colocar absolutamente todos os seus gastos em um papel, sem se esquecer de nenhum.

 

Corte os passivos desnecessários

 

Depois de descobrir para onde está indo todo o seu dinheiro, chegou a hora de cortar todos os passivos que são desnecessários. Como 2021 será um ano de reconstrução, faça um esforço para diminuir drasticamente seus passivos.

 

Corte planos de tv a cabo muito caros, diminuía o plano de telefone ou troque para pré-pago, troque o banco tradicional pelo digital, utilize cartão de crédito sem anuidade. Estes são alguns dos passivos que você pode cortar, mas só você saberá exatamente o que precisa ou não ficar dentro das suas despesas.

 

Considere diminuir o seu padrão de vida

 

Se você já cortou todos os passivos e ainda não viu uma diferença significativa que vai te ajudar nas suas economias em 2021, talvez seja hora de considerar diminuir o seu padrão de vida, viver um degrau abaixo.

 

Algumas soluções mais drásticas que vão te ajudar com isso são:

 

  • Mude para uma casa mais barata, em uma vizinhança mais barata.
  • Troque o seu meio de transporte pelo público 
  • Coma mais em casa e menos na rua
  • Corte o cartão de crédito

 

Com todas essas dicas, você vai finalmente conseguir ter controle das suas despesas. Mais abaixo falaremos de outros fatores que contribuem para melhorar a sua economia.

 

2 – Resolva suas dívidas 

 

Se você possui dívidas, faça da sua prioridade resolver esse problema. As dívidas são o pior tipo de passivo que pode existir, pois não te traz nenhum benefício e ainda tira muito dinheiro do seu bolso com os juros altíssimos.

 

Por isso, faça um levantamento das suas dívidas, atualizando todos os valores, descobrindo as taxas de juros e condições de quitação. Muitas pessoas não gostam nem de encarar suas dívidas, mas essa é a pior maneira de se encarar este problema.

 

É preciso que você saiba exatamente o tamanho do seu problema para ter condições de enfrentá-lo e por isso, faça este levantamento completo de suas dívidas e tente pagá-las, uma por uma.

 

3 – Saiba negociar

 

Negociar serve tanto para resolver as suas dívidas quanto para fazer bons acordos em compras. Primeiramente, vamos falar um pouco mais sobre dívidas.

 

Muitas dívidas podem ser resolvidas de uma maneira tão fácil que o devedor, por medo de encará-las, acaba nem conhecendo. Existem credores dispostos a abaixar até 90% do montante total para que uma pessoa quite sua dívida à vista.

 

Por isso, você vai precisar ligar e saber melhor sobre as condições, utilizando seu poder de negociação para fazer bons acordos. Não tenha medo de negociar, você tem o direito e deve lutar para melhorar os acordos e só vai conseguir se tentar.

 

Aprenda a negociar suas despesas

 

Ainda com a habilidade da negociação, você pode conseguir muitos outros benefícios. Procure ligar para sua empresa de telefonia, negociar melhores pacotes para pagar menos. O mesmo pode ser feito com tv a cabo, empréstimos em aberto e até mesmo o seu aluguel.

 

Quando você aprende a ser inconformado, encontra muitas maneiras de economizar dinheiro somente com a habilidade de questionar e negociar.

 

4 – Tenha reserva de emergência 

 

Ter uma reserva de emergência se provou ser essencial no ano de 2020. Muitas pessoas perderam seus empregos, diminuíram suas fontes de renda e muitos negócios fecharam por não terem como honrar suas despesas ou sequer arcar com as necessidades básicas.

 

Ainda assim, a ajuda governamental não foi o suficiente para arcar com o tamanho do problema, pois é uma ajuda paliativa que não supriu as necessidades gerais de muitas pessoas e negócios. 

 

Por isso, fazer uma reserva de emergência é essencial, já que o que aconteceu em 2020 com o mundo todo, pode ser uma emergência que atingirá só você e não vai ter nem auxílio para te amparar. Veja algumas das emergências que podem acontecer e você precisa se proteger.

 

  • Desemprego
  • Queda dos resultados do seu empreendimento
  • Emergência médica ou odontológica
  • Conserto do carro
  • Reparos urgentes na casa

 

Existem muitas coisas que não podem esperar e para que você não fique sem saída ou tenha que se endividar pegando um empréstimo, a melhor escolha é fazer uma reserva de emergência. Veja como:

 

  1. Junte um montante entre 6x e 12x o valor de suas despesas mensais. Quanto menos estabilidade financeira, maior o valor.

  2. Escolha uma aplicação segura e que possui liquidez diária para resgate imediato. A NuConta, Tesouro Selic e CDBs são algumas das melhores opções.

  3. Tenha um plano B (e C) para suprir suas necessidades enquanto volta a ter estabilidade financeira. 

 

imagem: https://pixabay.com/pt/photos/bolsa-de-valores-lucros-boom-3087396/

 

5 – Aprenda e comece a investir

 

Depois de criar a sua reserva de emergência, considere aprender e começar a investir o seu dinheiro para aumentar o seu patrimônio e conseguir ter mais tranquilidade financeira.

 

Assista canais do YouTube

 

O Youtube possui muitos bons canais de finanças para você aprender a controlar o seu dinheiro e investir. Lá você encontra todos os assuntos relacionados a dinheiro que podem ser interessantes para começar a cuidar da sua economia em 2021. Veja alguns deles:

 

  • Me Poupe! – Nathalia Arcuri
  • O Primo Rico – Thiago Nigro
  • Economirna – Mirna Borges
  • Domine suas finanças – Luciana Fiaux 
  • Gustavo Cerbasi
  • Você mais rico – Bruno Perini
  • Mobills 
  • Canal do Holder – Fábio Holder
  • Jovens de Negócios – Breno Perrucho

 

Todos estes são bons profissionais do ramo que vão te ajudar a aprender bastante sobre o assunto, cada um com uma abordagem diferente para que você possa formar sua opinião sobre o assunto.

 

Leia livros sobre o assunto 

 

Existem também alguns livros que podem ser interessantes para te ajudar a cuidar da sua economia e aprender a investir. Veja alguns clássicos:

 

  • Pai Rico, Pai Pobre
  • O investidor inteligente
  • Os segredos da mente milionária 
  • Quem pensa, enriquece 
  • Faça fortuna com ações 

 

Abra conta em uma corretora

 

Para começar a investir você vai precisar abrir conta em uma corretora, pois elas têm diversidade de produtos e as melhores taxas de investimento e algumas possuem até mesmo taxas zeradas para ações, por exemplo. Veja algumas boas corretoras do mercado:

 

  • Easyinvest
  • Modal Mais
  • Banco Inter
  • Rico
  • XP Investimentos
  • BTG Pactual
  • Clear

 

Essas são algumas das opções para você considerar fazer o seu cadastro. Não se esqueça de olhar o domínio delas no navegador antes de fornecer os dados, pois existem algumas fraudes que se aproveitam de um domínio parecido para enganar pessoas, então esteja atento a esse fator antes de fornecer seus dados.

 

6 – Invista em educação

 

Seja educação financeira ou qualificação, é altamente recomendado que você invista em aprender mais para se sair melhor, tanto no mercado de trabalho quanto para tomar decisões quanto ao seu dinheiro.

 

Por isso, sempre que puder, faça cursos, treinamentos, vá a eventos profissionalizantes, leis livros e busque informações de pessoas que entendem o assunto.

 

O investimento em si não precisa ser financeiro. Na internet você encontra muito conteúdo bom e gratuito, basta investir tempo e disposição para se instruir melhor.

imagem: https://pixabay.com/pt/illustrations/taxa-de-c%C3%A2mbio-do-d%C3%B3lar-544949/

 

7 – Considere empreender ou fazer renda extra

 

Ter um empreendimento é uma boa maneira de aumentar significativamente os seus ganhos mensais e ter mais dinheiro para cuidar da sua economia. Por isso, considere começar um negócio em paralelo que pode ser um caminho para um futuro mais próspero.

 

Uma boa opção é empreender em negócios online. Estes são bons empreendimentos que não necessitam de um alto valor de investimento inicial e podem trazer bons ganhos no longo prazo. Veja alguns.

 

Criar uma loja virtual

 

Ao criar uma loja online você alcança mais pessoas e pode vender para o país todo e também para o mundo. Você pode escolher entre o modelo dropshipping e o tradicional, tendo um estoque a sua disposição para expor na loja. 

 

O investimento para se ter uma loja virtual é em um domínio, hospedagem, plataforma de e-commerce, estoque e outros pequenos custos iniciais.

 

Criar um blog e monetizar

 

Produzir conteúdo online é também uma ótima forma de ganhar dinheiro. Quando você constrói uma audiência, mais pessoas acessam o seu blog para ver o que você posta e acabam te ajudando a monetizar com: vendas como afiliado, anúncios do Google, publiposts e mais.

 

Para começar você só vai precisar registrar o domínio, contratar hospedagem e criar um ambiente bonito para receber sua audiência.

 

Compra e venda de domínio

 

Existem muitos endereços eletrônicos que são valiosos, por se tratarem de nomes específicos ou palavras chaves. Ter o registro do domínio de uma marca é tão importante quanto registrar o seu logo. Por isso, as pessoas pagam um bom valor por um domínio específico.

 

Faça o registro de domínios que podem ser valiosos e ofereça os online, criando um catálogo com todos os domínios disponíveis e o seu telefone para contato. Coloque o catálogo em todos os domínios que registrou para que os interessados entrem em contato e façam negócio.

 

Outras formas de renda extra dentro e fora da internet

 

  • Trabalho freelancer
  • Vender como afiliado
  • Vender nas redes sociais
  • Vender comida e doces
  • Ser assistente virtual 
  • Cuidar de cachorros
  • Dar aulas

 

Conclusão 

 

Cuidar da sua economia em 2021 não precisa ser um grande problema se você aprender a ganhar mais e gastar menos. No meio desse caminho existem alguns desafios, mas com as dicas que nós demos você vai conseguir se sair muito bem e conseguir mais prosperidade em 2021.

 

Uma das coisas que 2020 nos ensinou é que estabilidade não existe. Por isso, considere fazer um esforço principalmente para ter uma reserva de emergência que vai te ajudar a passar por períodos de escassez financeira.

 

Ainda assim, recomendamos que você ponha todas as dicas em prática para ter melhores resultados no ano que se aproxima. Gostou das dicas? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe este artigo em suas redes sociais para ajudar mais pessoas.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPPB recomenda que Município de Catingueira suspenda concurso público

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) recomendou ao prefeito do município de Catingueira, Odir Pereira Borges Filho, a suspensão, no prazo de 48 horas, do concurso público regido pelo edital…

Advogado de Tyrone destaca que cliente ainda pode concorrer às eleições em Sousa

O imbróglio envolvendo a pendenga jurídica do prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, do Cidadania, ganhou um novo capítulo nesta quarta-feira (28) após o advogado Johnson Abrantes, que representa a defesa…