A família do turista francês que foi encontrado morto na manhã desse domingo (09) em um iate ancorado na praia do Jacaré, em Cabedelo, ainda não procurou o Instituto de Medicina Legal (IML), em João Pessoa.

O homem foi identificado como sendo François Guillon e sua morte já foi comunicada ao Consulado. 

De acordo com a chefe do Núcleo de Medicina Legal (Numol), Cristiane Freire, a perícia criminal confirmou que teria sido suicídio e que o caso está com o delegado responsável Ademir Fernandes, da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cagepa realiza fiscalização e flagra desvios de água em adutoras no Sertão

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) intensifica as fiscalizações no combate a fraudes e desperdícios, com ações em todo o Estado. Na primeira semana de vistorias, uma…

Novo round: presidente interino da Câmara de Santa Rita volta a ignorar decisão judicial e caso vai parar na polícia

Mesmo na eminência de uma decisão judicial que devolveria o cargo de Presidente da Câmara Municipal, ao vereador Saulo Gustavo Souza Santos (Podemos), afastado provisoriamente por decisão judicial liminar no…