Por pbagora.com.br

O ex vice-presidente da Amazon, Tim Bray, que deixou o cargo na última sexta-feira, postou duros ataque contra a empresa afirmando não aguentar mais trabalhar em uma “empresa de titica de galinha” (o termo usado foi chickenshit), que demitiu empregados em um esforço “projetado para criar um clima de medo”. Posteriormente, ele se retratou pelo insulto chulo e disse que a empresa tem “espírito ruim”.

Bray saiu da companhia por ser contra as demissões feitas a funcionários que protestaram e criticaram publicamente as condições de trabalho dentro dos armazéns da Amazon durante a pandemia, uma ação que o engenheiro chamou de mesquinha em seu blog.  O executivo disse que permanecer em seu cargo “significaria, de fato, assinar ações que desprezei”.

No post, ele afirma estar triste, pois sair da empresa lhe custaria quase US$ 1 milhão em salário e ações. Apesar disso, Bray já disse publicamente que recebeu convite de outras gigantes, como Google, Comcast e Huawei, e startups, mas que não está procurando emprego no momento.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário