A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Tudo ou Nada!

Na verdade, o povo argentino neste domingo, 19 de novembro de 2023, vestiu-se de bravura e venceu o medo. Argentina fez um câmbio de 360 graus, levando os demais governos de esquerda do continente americano a porém as barbas de molho.

O ultra-liberal, Javier Milei, economista e político (53 anos), deu uma rasteira política, no peronista-esquerdista radical, Sérgio Massa, que descaradamente lutava junto ao seu grupo, para alcançar a presidência daquele país e dá continuidade ao desmantelo político e econômico que está levando a nação outrora reconhecida como símbolo de progresso, ao desastre em todas as áreas.

Milei, foi eleito com 55% dos votos válidos, vencendo nas 23 províncias do seu país, algo inédito. Hoje, com 47.000.00 milhões de habitantes, Argentina tem 18.000.000 milhões de sua gente na faixa de pobreza. Isso é, 40% de sua população vive nesse caos. 143% de inflação anual, levando sua gente a peregrinar de mãos vazias e sem expectativa para viver o novo dia que se aproxima.

Mais uma vez uma nação resolve sair da inércia e dizer em alto e bom som, um basta a todo o sistema opressor do peronismo. Na verdade, não é pecado sonhar, mais uma vez, e tantas vezes que sejam necessárias, até alcançar melhores dias para pais, filhos e netos. Milei promete dentre tantas outras reformas: Diminuir o tamanho do estado argentino, cortando ministérios e gastos públicos, dolarização da economia, privatização de estatais, incluindo a empresa de petróleo daquele país, que está entre as 500 maiores empresas do
mundo e fechar o Banco Central, etc. (não estou de acordo em fechar o Banco Central). Sabemos que uma coisa é discurso de campanha, outra realidade é sentar-se na cadeira presidencial e sentir o seu peso. Se conseguir cumprir pelo menos 50% do prometido, com certeza, fará o país respirar e tomar novos rumos.

Apesar de ganhar em todas as províncias de seu país, Milei, não conseguiu fazer no primeiro turno nenhum governador em nenhuma dessas províncias. Lá, os governadores têm poderes quase que soberanos sobre seus territórios. Milei, não traz representatividade forte no Congresso Nacional, apesar de no segundo turno, ter feito aliança com a terceira colocada e com ex-presidentes, o que com certeza lhe trará bônus administrativos.

Ele terá que ter bom jogo de cintura para governar o país. Uma coisa é certa, Milei parece ser bem inteligente, se será sábio, só o tempo dirá. Com a eleição de uma direita conservadora na Argentina, muitos esperam que a onda vermelha dê uma estagnada em nosso continente, começando por Brasil, nas eleições municipais do próximo ano.

É esperar para ver. Milei, é simpatizante da política trumpista e bolsonarista, esperamos que ele aproveite o positivo dessas gestões e se desvie dos erros e criancices dessas administrações.

Quase todos líderes de América Latina, parabenizaram a vitória do novo presidente argentino, com algumas exceções de líderes que se sentiram chupando limão com essa esmagadora vitória da direita naquele país. Aqui quero assinalar, a afirmação infeliz do esquerdista insensato da Colômbia, que ficou conhecido pelo seu primeiro discurso insensato na ONU, quando pediu a liberação da maconha. Isso se deu no ano passado.

O seu nome é Gustavo Petro: “Triste fim para América Latina y ya veremos”. Essa foi sua frase dirigida ao povo argentino que está a cair no abismo, orientado por companheiros que têm o mesmo tamanho de sua cabeça. Belo povo tem a Colômbia, infelizmente, seu representante nacional é medíocre.

Eu, desejo a Milei, e à Argentina, dias prósperos e felizes. Quero ver uma Argentina, não só fazendo o seu povo vibrar no futebol, porém, em todas outras áreas daquela nação. Felicidades Argentina, Felicidades América Latina.

Elcio Nunes
Cidadão Brasileiro!


    VEJA TAMBÉM
    Veja Mais

    Opinião: Ele de Volta?

    Na verdade, o mundo grita por novos líderes, porém, a escassez continua. Parece até que o povo votante,…

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe