O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, iniciou hoje a reformulação do sistema de saúde, voltada para dar cobertura médica a todos os norte-americanos, ao designar uma nova secretária da Saúde e criar um cargo de alto nível para o encarregado da reforma.

Obama designou oficialmente Kathleen Sebelius, governadora do Kansas (centro dos EUA), para dirigir a secretaria de Saúde, uma administração encarregada dos grandes programas de assistência médica e da segurança alimentar dos norte-americanos, anunciou a Casa Branca.

O presidente também nomeou Nancy Ann DeParle, uma antiga colaboradora do governo Clinton, considerada uma das maiores especialistas da questão, como conselheira presidencial num novo cargo na Casa Branca, o de diretora do sistema de reforma da saúde.

Obama realizará quinta-feira uma reunião de "cúpula" envolvendo todas as partes incluídas na reforma, lançando assim o esforço para cumprir uma de suas principais promessas de campanha: dar seguro-saúde aos cerca de 50 milhões de norte-americanos desprovidos de cobertura médica.

Como prova de sua determinação, Obama incluiu em seu projeto de orçamento um fundo de US$ 634 bilhões em dez anos para financiar o seguro-saúde dos norte-americanos. O governo destacou que esta soma constitui apenas uma parcela de uma verba que pode atingir um trilhão de dólares no total.

Obama pretende reformar o sistema de saúde associando financiamentos públicos e privados, tanto para ampliar a cobertura médica como para conter a disparada dos gastos na saúde, um dos grandes perigos aos quais está exposta a economia norte-americana.

 

InvestNews

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário