Evo Morales renunciou neste domingo (10) ao cargo de presidente da Bolívia, após uma escalada nas tensões no país.

Morales havia dito, mais cedo neste domingo, que convocaria novas eleições, após a Organização dos Estados Americanos, OEA, divulgar que as eleições de 20 de outubro haviam sido fraudadas.

Pouco antes da renúncia, os chefes das Forças Armadas e da Polícia, além da oposição, haviam pedido que Evo Morales deixassem o cargo.

G1
Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Rabino Henry Sobel morre aos 75 anos nos EUA

O rabino Henry Sobel morreu nesta sexta-feira (22), aos 75 anos, em Miami, por complicações associadas a um câncer. O sepultamento ocorrerá no domingo (24), no cemitério Woodbridge Memorial Gardens,…