O Irã planeja ‘pré-lançar’ sua usina nuclear de Bushehr em uma cerimônia nesta semana com a presença de um alto funcionário russo, disseram a mídia e as autoridades neste domingo.

O país também fará testes de computadores no local nesta semana, uma etapa importante para a inauguração da instalação.

O Ocidente, que suspeita que Teerã busque sua própria bomba nuclear, tem criticado o envolvimento da Rússia na construção da primeira usina nuclear iraniana.

A Rússia diz que ela será de uso meramente civil e não poderá ser utilizada para construir armamentos.

O chefe da companhia nuclear estatal russa, Sergei Kiriyenko, disse este mês que a Rússia almeja ativar um reator nuclear em Bushehr até o final deste ano.

A usina se localiza na costa do Golfo Pérsico, no sudeste do Irã.

A mídia iraniana disse que Kiriyenko e o chefe da Organização de Energia Atômica do Irã, Gholamreza Aghazadeh, comparecerão ao pré-lançamento de quarta-feira no local.

Mohammad Saeedi, assistente de Aghazadeh, descreveu o evento como uma ‘fase preliminar’ para ativar a usina e disse que esta será seguida por seu lançamento e inauguração, sem dar prazos.

A rádio estatal disse que a ocasião incluirá um teste de todas as atividades de Bushehr com programas de computador.

– O pré-lançamento é um passo importante antes do lançamento em si da usina – teria dito Mohsen Delaviz, um porta-voz da Organização de Energia Atômica do Irã, segundo a rádio.

A inauguração do reator nuclear de Bushehr vem sendo constantemente adiada, embora a Rússia tenha finalizado no ano passado a entrega do combustível nuclear à usina, sob um contrato estimado em cerca de 1 bilhão de dólares.

A agência de notícias estatal iraniana Irna disse que a usina ‘está nos estágios finais de sua construção’ e que os russos aumentaram o número de funcionários para ‘acelerar o ritmo do trabalho’.

Analistas afirmam que o Irã pode se tornar um tema central nas relações entre o presidente russo, Dmitri Medvedev, e o novo presidente americano Barack Obama, que vem dizendo que os EUA estão preparados para conversar com o Irã.

Eles disseram que a Rússia usa Bushehr como alavanca nas relações com Teerã, que os EUA e alguns países europeus suspeitam de buscar construir armas nucleares.

O Irã, quarto maior produtor mundial de petróleo, rejeita essas alegações e diz que seu programa nuclear almeja a geração de energia elétrica para que possa exportar mais gás e petróleo.


Reuters

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário