Incêndios florestais na Califórnia, Estados Unidos, forçaram a retirada nesta quinta-feira (24) de cerca de 50 mil pessoas que vivem ou trabalham no norte do estado. Ventos secos e quentes aumentaram o risco das queimadas, e companhias energéticas desligaram, mais uma vez, a eletricidade na região.

Os incêndios atingiram 39 km² de uma região vinícola no norte de San Francisco. Imagens mostram casas totalmente destruídas pelo fogo. Até a última atualização desta reportagem, não havia dados sobre mortos e feridos.

A situação é mais séria no vilarejo de Geyserville, no norte do estado. De acordo com o “Los Angeles Times”, vivem no local 929 pessoas.

Autoridades disseram à agência Associated Press que alguns dos moradores se recusaram a deixar suas propriedades. Em uma coletiva de imprensa, o xerife do condado de Sonoma, Mark Essick, implorou que obedecessem à ordem de evacuação.

G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário