A passagem do furacão Jova pelo oeste do México provocou a morte de ao menos quatro pessoas, revelou na noite de quarta-feira o governo estadual de Jalisco.

Uma mulher, de 21 anos, e sua filha, de cinco, foram levadas por uma torrente de água após o deslizamento em uma colina na região de Melaque, sobre a costa do Pacífico, disse Fernando Guzmán Pérez, secretário de governo de Jalisco.

Outras duas pessoas morreram no município de Tomatlán, segundo a Unidade Estatal de Proteçãon Civil.

Segundo Pérez, Jova, rebaixado a tempestade tropical na quarta-feira, deixou cerca de 4.500 desabrigados na costa oeste do país.

Os ventos e fortes chuvas de Jova atingiram a faixa costeira entre Melaque e o porto de Manzanillo, 800 km a oeste da Cidade do México, provocando inundações, deslizamentos e queda de prédios no litoral.

Jova, que chegou ao México como furacão, com ventos de 160 km/h, se transformou em tormenta tropical ao se deslocar sobre o continente em direção aos estados de Colima, Jalisco e Nayarit, onde provoca fortes chuvas.

Folha Online

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário