O vulcão colombiano Galeras registrou nesta sexta-feira uma erupção, e as autoridades elevaram de laranja para vermelho o nível de alerta na região, motivo pelo qual cerca de 3.000 habitantes das áreas de risco terão que deixar suas casas.

Às 17h (19h de Brasília), o Instituto Colombiano de Geologia e Mineração (Ingeominas) informou que, aproximadamente 70 minutos antes, uma erupção foi registrada no vulcão, que fica no departamento de Nariño, 700 km ao sul de Bogotá e perto da fronteira com o Equador.

Em nota, o Ingeominas disse que, em virtude do "caráter explosivo" da emissão de materiais magmáticos, o "nível de atividade" do Galeras pode ser considerado de "erupção iminente ou em curso".

O governador de Nariño (sul), Antonio Navarro Wolff, pediu aos habitantes das áreas de risco que deixem suas casas e se dirijam aos abrigos de emergência disponibilizados em vários pontos da região. Ele esclareceu que a erupção não causou vítimas nem danos materiais.

Segundo o Ingeominas, "há relatos de queda de cinzas" em bairros e povoados de quatro municípios que cercam o Galeras.

A erupção desta sexta-feira é a quinta registrada desde o início de 2008 no Galeras, que tem 4.270 metros de altura e está localizado na Cordilheira dos Andes. O vulcão está em atividade constante há 20 anos. Em 1993, uma erupção do Galeras causou nove mortes.
 

Folha

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário