Os dirigentes do setor de parques temáticos da Walt Disney anunciaram nesta quarta-feira (18) um plano de reestruturação que prevê demissões, mas evitaram citar números. Trata-se de "simplificar a estrutura operacional, melhorar o processo de tomada de decisões e eliminar as redundâncias", explicou o grupo em um comunicado.

 

 

"Estas mudanças são indispensáveis para conservar nossa posição de líderes no turismo mundial familiar, e refletem a atual realidade econômica", explicou Jay Rasula, presidente da Walt Disney Parks and Resorts.

 

O plano prevê a fusão de certas operações de gestão da Disneylândia, na Califórnia, e do Walt Disney World, na Flórida. "As mudanças de organização exigem decisões difíceis, como a eliminação de certas funções", destacou Rasulo.

 

 

A Disney destaca que a reorganização terá efeito imediato, após uma queda nas visitas aos parques no final do ano passado, devido à crise econômica mundial.

 

G1

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sobe para 25 o número de mortos por coronavírus com mais de 800 casos na China

O número de mortes devido ao coronavírus na China aumentou para 25, com 835 casos confirmados e 1.072 suspeitas, segundo informações da agência estatal CGTN divulgadas na noite desta quinta-feira…