A Paraíba o tempo todo  |

Ataques do Talibã matam 20 no Afeganistão

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Militantes do Taliban mataram 20 pessoas em três ataques simultâneos em edifícios do governo na capital afegã, Cabul, na quarta-feira, salientando a intensidade da insurgência enfrentada pelo governo afegão e seus aliados.

Aparentemente, o objetivo dos militantes era atirar e matar quantas pessoas fosse possível antes de se explodirem, em ataques semelhantes aos de Mumbai, na Índia, em novembro.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que prometeu priorizar o Afeganistão em sua política externa, exigiu uma revisão da estratégia para o país. Ele deve dobrar o número de tropas norte-americanas no país, para 60.000 soldados.

Os incidentes ocorrem durante um período de piora na segurança do país e um dia antes da visita de Richard Holbrooke, o novo enviado especial dos EUA ao Afeganistão e ao Paquistão. Holbrooke admitiu que o Afeganistão será ‘um desafio mais difícil que o Iraque’.

Grupos de militantes tentaram atacar três prédios do governo em Cabul, por volta das 10h no horário local (3h30 de Brasília).

Um insurgente tentou invadir o Ministério da Educação, mas foi morto, de acordo com o ministro do Interior, Hanif Atmar, em uma coletiva de imprensa.Minutos depois, cinco insurgentes invadiram o Ministério da Justiça, após matar dois seguranças. Um policial seguiu o grupo e matou um dos militantes, enquanto os outros saíram e atiraram contra todos.

Dez pessoas foram mortas antes de a polícia invadir o prédio e matar os insurgentes. No norte de Cabul, dois homens-bomba invadiram uma prisão do governo. Um guarda matou um antes de ser morto pelo segundo suicida que entrou no prédio, acionou seus explosivos e matou sete policiais.

– No total, 20 pessoas morreram e 57 ficaram feridas – disse Atmar.

Um porta-voz do Taliban assumiu a autoria dos ataques, dizendo que eram vingança ao tratamento dado aos insurgentes presos.

Em um evento separado, quatro soldados afegãos foram mortos na quarta-feira, quando uma bomba colocada em uma estrada atingiu o veículo em que estavam, durante operação na província de Logar, ao sul de Cabul, disse o porta-voz provincial, Deen Mohammad Darwesh, a repórteres. Em um ataque similar, um soldado estrangeiro e seu tradutor afegão foram mortos.

Outros quatro civis e um membro do Taliban foram mortos em um ataque aéreo das forças estrangeiras em diferentes partes de Logar, segundo o porta-voz.

O Taliban, que foi deposto após uma invasão liderada pelos Estados Unidos em 2001, está tentando retornar ao poder nos últimos anos, e empreendeu uma série de ataques de grande escala em Cabul no ano passado.

Alguns dos ataques foram coordenados com a ajuda das forças de segurança, segundo autoridades do governo.

O aumento da violência ocorreu apesar do aumento do número de tropas estrangeiras no país – atualmente são 70 mil militares. Mais 17 mil soldados norte-americanos devem chegar ao país neste ano.

 

 

REUTERS

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe