Por pbagora.com.br

 O Papa Francisco chegou por volta das 16h45 desta terça-feira (22) à base Andrews, no estado norte-americano de Maryland, que serve a capital Washington. O Papa foi recebido pelo presidente americano Barack Obama, acompanhado da primeira-dama Michelle e suas duas filhas, em sua primeira visita ao país. Em seguida, ele cumprimentou bispos, inclusive o cardeal Donald Wuerl, da arquidiocese de Washington, e recebeu flores de crianças.

 

O pontífice deixou a base naval em um Fiat 500 com uma placa SCV-1, que é usada em diferentes veículos para identificar o Papa Móvel. A abreviação "SCV" significa "estado da Cidade do Vaticano".

 

Há grande expectativa quanto ao que Francisco dirá nos Estados Unidos, onde fará o primeiro pronunciamento de um Papa perante o Congresso, em Washington, e falará na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York. O Papa também visitará a Filadélfia.

 

O primeiro compromisso oficial de Francisco em Washington será uma visita a Obama na Casa Branca, na manhã de quarta-feira. Vinte mil pessoas são aguardadas nos jardins da residência presidencial, onde o Papa deverá dar um discurso em inglês.

 

O Papa concluiu nesta terça sua visita a Cuba, fazendo assim uma ligação entre os dois países adversários de longa data que iniciaram uma abertura nas relações bilaterais com mediação do pontífice. Em julho, EUA e Cuba retomaram sua relações diplomáticas e abriram embaixadas nos respectivos territórios.

 

Antes de aterrissar nos EUA, o pontífice disse a repórteres a bordo do avião que o transportou que espera que o embargo imposto pelos EUA contra Cuba seja levantado como parte das negociações entre os dois países, mas que não falará sobre isso no Congresso norte-americano, mas sim sobre as relações internacionais de uma maneira geral.

 

"Meu desejo é que eles alcancem um bom resultado, que alcancem um acordo que satisfaça os dois lados", afirmou.

 

G1