Uma explosão de gás rasgou uma mina de carvão no norte da China neste domingo, 22, matando pelo menos 74 pessoas e prendendo dezenas no fosso, ainda em chamas, disse uma fonte oficial. Este foi o mais letal acidente e, mina de carvão na China em mais de um ano. As minas chinesas são as mais perigosas do mundo, com mais de 3.000 mortes ao ano em incêndios, inundações e explosões.

 

A explosão, antes do amanhecer, ocorreu enquanto 436 trabalhadores na Mina de Carvão Tunlan, na cidade de Gujiao, perto de Tayuan, capital da província de Shanxi, informa a  agência de notícias oficial Xinhua.

 

Pelo menos 74 mineradores morreram, disse a plantonista da Administração Estatal de Segurança no Trabalho, que se identificou apenas pelo sobrenome, Zhang. Ela informou que a causa da explosão ainda está sendo investigada. O resgate está sendo feito por cerca de 80 pessoas, de acordo com a Xinhua.

 

A Xinhua diz que 114 outros trabalhadores estão hospitalizados, incluindo 21 em estado crítico. Não há informação oficial de quantos trabalhadores continuam presos nos túneis, mas relatos dão conta de que seriam 65.

 

A maior parte dos mineradores feridos estão intoxicados por monóxido de carbono, de acordo com médicos de um hospital local. A exposição ao componente químico, que é inodoro e incolor, pode levar à morte. Alguns membros da equipe de resgate afirmaram que parte da mina ainda está inacessível justamente pelo risco de intoxicação por monóxido de carbono.

 

A mina é do maior extrator chinês de carvão, o Shanxi Coking Coal Group, e é usada na produção de aço. A empresa opera 28 minas. A de Tunlan tinha uma das melhores instalações do país e nunca reportou acidentes graves nos últimos 5 anos, de acordo com a Xinhua.

 

Associated Press

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário