O Vasco comprovou a sua boa fase no Campeonato Carioca na noite deste domingo e derrotou o Flamengo, no Maracanã, por 2 a 0, quebrando um jejum de dois anos sem vencer o arquirrival. A partida foi marcada pela polêmica arbitragem de Luís Antônio Silva dos Santos, que vem ganhando "fama" pela quantidade de cartões que distribui. No "Clássico dos Milhões" foram cinco expulsões (Carlos Alberto, Titi e Ramon no lado vascaíno, e Léo Moura e Willians pelo Rubro-Negro).

 

Elton e Jéferson marcaram os gols do triunfo vascaíno (assista aos lances no vídeo acima), e o time comandado por Dorival Júnior chegou à liderança do Grupo A da Taça Rio, segundo turno do Estadual, com 12 pontos – a equipe leva vantagem sobre o Fluminense no saldo de gols (nove contra seis). Já a equipe da Gávea, que começou a rodada como líder do Grupo B, com sete pontos, caiu para a terceira colocação, ficando fora da zona de classificação para as semifinais.

 

Alheio aos problemas políticos que ocorreram durante a semana, a equipe da Colina superou o rival. Com os salários de janeiro pagos pela diretoria na última sexta-feira, o Rubro-Negro até correu, mas sucumbiu diante do adversário. As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. O Vasco recebe o Mesquita em São Januário, às 21h50m, enquanto o Flamengo enfrenta o Madureira em Edson Passos, às 16h.

 

Carlos Alberto e Willians são expulsos na etapa inicial

Os primeiros dez minutos de jogo foram iguais. Enquanto o Vasco marcava forte e buscava os contra-ataques, o Flamengo tentava manter a posse de bola para chegar com perigo ao gol de Tiago. O time rubro-negro foi o primeiro a assustar. Aos 14, Léo Moura fez grande jogada e cruzou para área. Ibson tentou marcar de sem-pulo, mas a bola subiu e passou por cima do travessão cruzmaltino.

 

No lance seguinte, a história do jogo começou a mudar. Aos 15, Willians levou cartão amarelo após uma sequência de faltas em Carlos Alberto. Um minuto depois, o volante foi expulso pelo árbitro Luiz Antônio da Silva Santos ao derrubar o capitão vascaíno na entrada da área.

 

Mesmo com um jogador a menos, o Flamengo perdeu uma ótima chance de abrir o marcador. Aos 19, Zé Roberto e Josiel avançaram contra apenas um defensor, mas, por excesso de preciosismo, não conseguiu chutar a tempo de balançar a rede cruzmaltina. Após sofrer uma pequena pressão rubro-negra, o Vasco colocou os ânimos no lugar e a bola no chão.

 

Aos 32 foi a vez do meia Carlos Alberto dar mole. O jogador já havia levado o cartão amarelo aos 11 minutos do primeiro por causa de um carrinho em Willians e acabou sendo expulso por ter chutado para o gol segundos após o árbitro ter assinalado impedimento em um contra-ataque do Vasco. O capitão cruzmaltino deixou o campo revoltado, esbravejando com Luiz Antônio da Silva Santos.

 

O Vasco teve a melhor chance do jogo aos 41 minutos. Elton passou por dois adversários e entrou na área do Flamengo. O atacante ficou de frente para o goleiro Bruno e fez o mais difícil: chutou na rede pelo lado de fora, desperdiçando uma chance de ouro. No último minuto da etapa inicial, Ramon fez uma bela jogada e chutou à esquerda de Bruno.

 

Elton e Jéferson garantem a vitória cruzmaltina

 

Sem paciência com Josiel, o técnico Cuca voltou para a etapa final com Obina no comando do ataque. Logo aos quatro minutos, o baiano recebeu uma bola dentro da área, ajeitou o corpo e chutou de forma bisonha longe do gol de Tiago. Aos oito, Léo Moura deu um carrinho em Ramon e também foi expulso.

 

Três minutos depois, Nilton cobrou mal uma falta da intermediária e a bola sobrou para Elton, já dentro da área. O atacante acertou uma bomba sem chance para Bruno: 1 a 0 Vasco. Aos 13, Ramon, que já tinha levado cartão amarelo, fez uma falta em Everton Silva e foi expulso.

Com dois jogadores a menos para cada lado, o Vasco soube aproveitar um contra-ataque fulminante para ampliar o marcador. Aos 16, Pimpão, que acabara de entrar na vaga de Alex Teixeira, carregou pelo lado direito e rolou para Jéferson. De frente para Bruno, o meia tocou por cima do camisa 1 rubro-negro para fazer o segundo do time da Colina.

 

Mesmo perdendo por 2 a 0, o Flamengo foi em busca do empate e chegou perto de diminuir o marcador aos 20 minutos. Everton Silva aproveitou rebote da entrada da área e chutou. A bola passou à direita de Tiago. O time rubro-negro seguiu melhor, mas não conseguia marcar o seu gol.

 

O técnico Cuca também foi expulso pelo árbitro já no fim do confronto. Aos 45, Nilton recebeu de Pimpão, entrou na área e chutou para bela defesa de Bruno. Três minutos depois, o Vasco perdeu mais um jogador: Titi, que já tinha amarelo, fez falta dura em Ibson e foi o quinto "premiado" pelo árbitro com uma expulsão (assista no vídeo acima aos lances polêmicos de Luís Antônio Silva dos Santos). Mas na arquibancada a festa após o apito final foi da torcida vascaína, que, depois de aturar os gritos de "Ão, ão, ão, Segunda Divisão", tomou emprestado o coro botafoguense de "Vice é o Cuca".

 

globoesporte.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário