Por pbagora.com.br

 Foram 13 pontos em 15 possíveis. Nem o líder Corinthians, que fez 10, pontuou tanto nos últimos cinco jogos do Campeonato Brasileiro quanto o Vasco, único dos 20 clubes da Série A que também está invicto no período. Visto como virtual rebaixado há seis rodadas, o Cruz-Maltino já começou a encarar a saída da zona de rebaixamento bem mais de perto.

A diferença para o primeiro concorrente fora do Z-4, que já foi de 13, caiu para cinco pontos. E até mesmo a matemática vai sendo contrariada pelo time de Jorginho: o risco de cair para a Segunda Divisão chegou a 99% e agora está em 85%, segundo cálculos do matemático Tristão Garcia (compare a evolução dos números no gráfico ao lado). A arrancada, embora tardia – restam 10 partidas para o fim da competição -, permite vislumbrar uma contagem regressiva contra a queda.

– Pelo menos ela (arrancada) veio. O momento que tinha que acontecer está acontecendo. Chegamos numa situação em que tinha que ser agora ou nunca. Chegaram a nos dar 98% para cair, não tínhamos mais tempo e começamos a reviravolta. Espero que antes do fim do campeonato estejamos salvos – frisou Nenê.

Para continuar a reação, o Vasco tem pela frente dois confrontos diretos na parte debaixo da tabela, contra Avaí e Chapecoense. Com uma possível combinação de resultados, o Cruz-Maltino poderia até sair da zona de rebaixamento, posto que ocupa desde a quarta rodada do campeonato. Para isso, precisaria somar seis pontos e contar com tropeços de Goiás e Chapecoense nas duas partidas, além de secar o Figueirense contra o Flamengo. Nenê admitiu que o elenco vascaíno está atento aos jogos dos concorrentes, mas sem torcer contra por enquanto.

– Claro que a gente fica olhando. Às vezes acontecem resultados favoráveis, e a gente fica contente. Mas a gente vê isso não como uma preocupação. Temos que focar no nosso, aí depois, se acontecer o resultado favorável, melhor ainda.
Antes de voltar sua atenção para a arrancada no Campeonato Brasileiro, porém, a equipe comandada por Jorginho decide sua vida na Copa do Brasil contra o São Paulo, nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Maracanã. Após perder o jogo de ida por 3 a 0 no Morumbi, o Cruz-Maltino precisa vencer por quatro ou mais gols de diferença para chegar à semifinal. Se devolver o placar de 3 a 0, leva a decisão para os pênaltis.

Globo.com