Por pbagora.com.br

Emoção, raça, rivalidade, tradição e expectativas. A última rodada da fase classificatória do Campeonato Paraibano 2020 promete. Após a retomada do Estadual devido a parada de quatro meses em decorrência da pandemia do Covid-19, os paraibanos conhecerão nesta terça-feira (28), os classificados para a fase decisiva da competição. A última rodada do Campeonato Paraibano, que terá todos os seus jogos ocorrendo simultaneamente às 20h15.

O principal duelo da noite será o Clássico dos Maiorais. O jogo válido pela décima rodada da competição estadual e marcado para o Estádio Amigão, serão decisivo para o Treze. Para seguir na disputa sem depender de outros resultados, o Galo precisa de uma vitória, independentemente do placar, diante do principal rival e manter o sonho do título que não conquista há vários anos. Um empate ou derrota pode representar a desastrosa eliminação precoce da competição.

Em compensação, caso vença o maior rival, o Treze pode ainda de quebra, eliminar o invicto Botafogo (PB). Nesse caso, o Belo precisaria vencer o seu duelo com o CSP e ainda torcer para que o Sousa tire pontos do Atlético de Cajazeiras no clássico do Sertão.

O 410 jogo da história entre Rubro-negro e Alvinegro promete. O primeiro confronto entre os maiorais este ano, aconteceu na 5º rodada do Campeonato e terminou empatado em 1 x 1. O primeiro Clássico dos Maiorais do ano também teve uma disputa particular na beira do estádio. Os técnicos Celso Teixeira do Treze e Oliveira Candidé o Campinense, já haviam comandaram os dois clubes e deixaram os clubes durante a parada da pandemia.

O Campinense vai entrar em campo classificado com 17 pontos e sabe que nas semifinais vai enfrentar o Sousa. O Galo por sua vez, precisa do triunfo para também seguir em frente na competição
O técnico Nei Júnior que assumiu recentemente o comando da Raposa, quer os três pontos e promete um jogo duro.ego de surpresa pela decisão da Federação Paraibana de Futebol (FPF) de remarcar a décima rodada já para esta terça-feira, o treinador ainda declarou que o time não sentirá fisicamente.

O Campinense não deve ter muitas mudanças para a partida desta terça-feira. A expectativa fica por conta da estreia do meia Bismarck, principal contratação da Raposa para a sequência da temporada.
O time tem quarto desfalques, todos entregues ao departamento médico: os volantes Caio Breno e Elielton, o meia Wagner Querino e o atacante Gabriel Santos.

No Treze, o técnico Moacir Júnior tem uma dúvida sobre quem será o seu titular na lateral direita para o jogo desta terça-feira. Segundo Moacir, a decisão sobre a escalação de Léo Pereira ou Gustavo só deve ser tomada minutos antes de a bola ,.Na vice-liderança do Grupo A, com 17 pontos, o Galo sabe que o clássico desta noite é um dos mais importantes da temporada.

As estatísticas – Galo e Raposa sempre fazem um duelo acirrado, duro e com emoções. Dos 410 confrontos, o Treze venceu 140 vezes, contra 109 do Campinense. O Clássico dos Maiorais já terminou empatado 162 vezes. Na artilharia dos Maiorais, a vantagem também é trezeana: até agora, são 500 gols a favor do Alvinegro, contra 451 para o Rubro-Negro. Já com relação a número de títulos conquistados em cima do rival, a vantagem é da Raposa, que ganhou oito campeonatos paraibanos em cima do Treze, sendo que só perdeu três finais para o Galo.

A rivalidade entre Campinense e Treze pode ser medida em jogos válidos pelo Campeonato Paraibano. Até o momento, os dois clubes se enfrentaram 230 vezes no Estadual. A vantagem também é do Treze. Ao todo, o Galo venceu 74 partidas, contra 71 triunfos da Raposa.

O equilíbrio de Campinense e Treze no Paraibano, se mede no número de empates. Os dois terminaram a partida em igualdade no placar 98 vezes.O Galo marcou 256 gols conta 242 da Raposa.O Galo marcou 255 gols conta 244 da Raposa. Nesse domingo, um novo capítulo será escrito nessa história que reúne, paixão e rivalidade.

Outros jogos – A última rodada do Estadual também reserva o jogo entre Botafogo-PB e CSP, as 20h15 no estádio O Almeidão. O Belo busca a classificação para a semifinal do Campeonato Paraibano, mas não depende mais apenas de si mesmo, enquanto que o Tigre luta para escapar do rebaixamento, bastando vencer o duelo para evitar a queda.

No Sertão, Sousa e Atlético-PB entram em campo no Estádio Marizão. No primeiro encontro entre as duas equipes, ainda em fevereiro, quem se deu melhor foi a equipe alviazulina, que venceu o confronto por 3 a 1, no Perpetão.

Pela parte de baixo da tabela, Sport Lagoa Seca e São Paulo Crystal medem forças no Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, em jogo que pode valer a permanência do Tricolor de Cruz na elite estadual. Em Campina Grande, Perilima e Nacional de Patos, que se enfrentam no Estádio Presidente Vargas.
Após o apito final do árbitro, os paraibanos conhecerão os quatro clubes que seguirão em frente no sonho do título estadual,bem como, os dois rebaixados para a temporada 2021.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário