Treinador campeão do Nordeste em 2013, Oliveira Canindé prometeu repetir a fórmula que deu certo no título mais importante da história do Campinense.

Consciente da situação financeira do clube, o treinador disse que a Raposa vai montar um time modesto, formado por jogadores desconhecidos, mas que será competitivo e forte. A Raposa disputa em 2020, o Campeonato Paraibano, quando buscará o seu 22º título; a Copa do Brasil, e a Série D do Brasileiro quando tentará mais uma vez o acesso para a Série C.

Canindé foi apresentando esta semana no Renatão, e garantiu que o Campinense virá forte em 2020. Ele citou a fórmula vitoriosa em 2013. No ano em que conquistou a Copa do Nordeste, o Campinense formou um grupo com atletas que até então não tinham passagem pelo futebol nordestino e eram apontados como “apostas” da diretoria rubro-negra, a exemplo do zagueiro Roberto Dias, capitão na disputa do Nordestão, o lateral Panda, o volante Dedé, o meia Ricardo Maranhão, e também o atacante Zé Paulo, autor de um dos gols do título.

– Sabemos que é preciso uma adequação à realidade financeira que o clube dispõe e vamos trabalhar dentro dessa formatação. Por isso nós vamos buscar, e já temos algumas situações que se encaixam nesse perfil, atletas que dentro de campo tenham um rendimento de acordo com a grandeza do Campinense e que estejam nesse contexto. Fizemos isso em 2013 e tivemos um resultado muito expressivo. Espero que agora a gente consiga mais uma vez fazer dessa forma – comentou o treinador raposeiro.

SL
PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Divulgada tabela do NBB; Basquete Unifacisa estreia em casa contra o Rio Claro

A Liga Nacional de Basquete (LNB) divulgou, a tabela oficial do primeiro turno do Novo Basquete Brasil (NBB) 2019/20. O Basquete Unifacisa vai estrear contra um velho conhecido, o Rio…