Por pbagora.com.br

Depois de comparecer a um evento organizado por torcedores do Palmeiras, em São Paulo, e ter jogado futebol com os mesmos, o atacante Kléber agora sofre a ira dos cruzeirenses. Na tarde desta terça-feira, 60 membros de uma facção da torcida do clube mineiro foram até a porta da Toca da Raposa II, o centro de treinamentos do clube, exigindo a saída do atacante. A intenção dos torcedores era abordar o Gladiador assim que ele chegasse ao CT. No entanto o jogador chegou minutos antes, de táxi.

 

Na opinião de um dos líderes da facção, Kléber "desrespeitou o clube, a torcida e "tem que ser homem para pedir para sair do Cruzeiro".

 

Guilherme Mendes, diretor de comunicação da Raposa, levou quatro torcedores para conversar com o atacante, mas as desculpas do Gladiador não foram aceitas.

 

 

 

G1