Por pbagora.com.br

Ronaldo vai desfalcar o Corinthians por aproximadamente oito jogos no Campeonato Brasileiro pela fratura na mão esquerda, sofrida na derrota para o arquirrival Palmeiras. Mas o prejuízo do Timão não será tão grande. Pelo menos, é isso que mostram os números da equipe sem o Fenômeno. Apesar de ter uma leve queda de aproveitamento, o Alvinegro consegue bons resultados na ausência de sua principal estrela.

Desde que estreou, no dia 4 de março, contra o Itumbiara, em Goiás, pela Copa do Brasil, até o último domingo, em Presidente Prudente, Ronaldo disputou 27 partidas. Com ele em campo, o Corinthians conseguiu 15 vitórias, nove empates e apenas três derrotas, obtendo 66,66% dos pontos em jogo.

Sem o craque usando a camisa 9, os números do Timão não são muito diferentes, mas apresentam uma pequena piora. Em 20 confrontos entre Paulistão, Copa do Brasil e Brasileirão, foram dez vitórias, sete empates e somente três derrotas, com um aproveitamento de 61,66%.

Nem mesmo o ataque sofre grandes abalos sem Ronaldo, autor de 17 gols até o momento. Contando com o centroavante, o Corinthians fez 45 gols em 27 partidas, média de 1,66. No entanto, na ausência dele, foram 32 em 20 jogos, média de 1,60.

 

A diferença, porém, está na presença de Ronaldo em jogos decisivos. No Paulistão, o atacante não participou do empate com o São Paulo, mas fez o gol que salvou o Timão da derrota diante do Palmeiras. Nas semifinais, liquidou o Tricolor, no segundo jogo no Morumbi. Em seguida, na decisão, deu show na vitória por 3 a 1 sobre o Santos, na Vila Belmiro.

Na Copa do Brasil, o Fenômeno continuou determinante. Classificou o Alvinegro nas oitavas de final, contra o Atlético-PR, e fez um dos gols do primeiro jogo da decisão, frente ao Internacional. No entanto, passou em branco nas quartas (Fluminense) e semifinais (Vasco), no qual sequer atuou no primeiro jogo, no Maracanã.

 

 

 

 

Folha