Por pbagora.com.br

O Sousa é o novo líder do Campeonato Paraibano. Mais que isso: o Dino já está classificado diretamente para as semifinais do estadual. O time sertanejo entrou em campo já garantido, pelo menos, na repescagem. Mas conseguiu mais: venceu o São Paulo Crystal por 2 a 0, ultrapassou o Botafogo-PB na classificação geral, assumiu a primeira colocação, se tornou o time com mais vitórias na competição e, como não corre mais riscos de sair do G-2, já tem vaga assegurada diretamente nas semifinais.

O tricolor de Cruz do Espírito Santo, por sua vez, segue na zona de classificação para a repescagem, mas ainda corre risco de rebaixamento.

O jogo no Almeidão começou alucinante. Logo no primeiro minuto, Gustavo tocou a bola com a mão dentro da área, e o árbitro marcou pênalti para o Sousa. Liniker foi para a cobrança e abriu o placar. A partir daí, os times se alternaram em boas jogadas ofensivas, pelo menos até a metade do primeiro tempo, quando o ritmo diminuiu. Mas aí os dois goleiros já haviam trabalhado bastante, só que sem as redes balançarem até o intervalo.

.

Na segunda etapa, mais oportunidade de lado a lado. E mais um gol do Sousa, aos 21 minutos, quando, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Juninho, que soltou a perna e ampliou. Os dois técnicos fizeram várias substituições, e o São Paulo Crystal melhorou mesmo depois de perder Gustavo, expulso aos 38 minutos. Isaías deu um gás mais ao Tricolor, que insistiu em busca do gol, mandou bola na trave, mas não conseguiu ir às redes e amargou mais essa derrota.

Atlético e Campinense – Mais cedo, o Campinense sofreu um gol no finalzinho e empatou com o Atlético-PB no Perpetão por 1 x 1.

O Campinense entrou em campo no Estádio Perpetão e jogou melhor em boa parte da partida contra o Atlético de Cajazeiras. O Rubro-Negro chegou a abrir o marcador no primeiro tempo, com Marcos Nunes, aproveitando um rebote numa cobrança de pênalti. O time de Campina Grande seguiu melhor, mas acabou perdendo fôlego após recuar demais ao longo do segundo tempo. Isso acabou beneficiando o Trovão Azul, que conseguiu um empate aos 47 minutos, com gol de França. Um resultado que acabou sendo ruim para as duas equipes.

A primeira etapa foi legal, movimentada e com os dois times buscando o gol. O Campinense foi superior, tomou conta da posse de bola e conseguiu criar boas jogadas. Mas se enganou quem pensou que o Atlético-PB estava dormindo. O time da casa conseguiu chegar com perigo ao gol adversário, mas parou numa boa atuação de Mauro Iguatu, que estava estreando com a camisa rubro-negra. No finalzinho da primeira etapa, Matheus Régis sofreu um pênalti. A cobrança foi desperdiçada por Marcos Nunes, que se aproveitou do rebote para abrir o marcador. Foi o último ato da primeira metade do jogo.

No segundo tempo o Campinense conseguiu chegar, mas foi se acomodando. O time rubro-negro ainda contou com mexidas bastante defensivas do técnico Ranielle Ribeiro, que acabou escalando mais defensores e sacando os atletas do campo de ataque. Foi dessa maneira que o Trovão Azul foi chegando, mas parou em Mauro Iguatu e também na deficiência técnica. Ao final da partida, nos minutos finais, os atleticanos conseguiram empatar numa bola lançada para a área, que desviou em Daniel Justino, da Raposa, e sobrou para França completar para o gol. Um empate frustrante para os visitantes, mas de alívio para os donos da casa. Ainda teve tempo para o árbitro Wagner Reway distribuir cartões vermelhos, mas ficou por isso mesmo.

Globoesportes.com

Notícias relacionadas

Campinense arrasa América de Natal no Amigão em jogo da 2ª rodada da Série C

No estádio Amigão, em Campina Grande, o Campinense recebeu o América-RN pela segunda rodada do Grupo A3 da Série D do Campeonato Brasilerio. E em uma primeira etapa avassaladora, a…

Após iniciar Série D com vitória, Sousa é goleado pelo ABC na 2ª rodada da competição

O Sousa visitou o ABC-RN, no estádio Frasqueirão, em Natal, pela segunda rodada do Grupo A3 da Série D do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo (13). Com a cabeça…