A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Sousa contesta arbitragem e acusa manipulação em jogo contra Santa Cruz/RN

Foto: Pedro Santiago / Santa Cruz de Natal

O Sousa Esporte Clube apresentou uma ação formal à Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contra o árbitro Raimundo José Chagas Araujo, do Maranhão. A ação foi encaminhada por Aldeone Abrantes, presidente do clube, em nome do Dinossauro do Sertão.

Raimundo José foi o árbitro do jogo entre Santa Cruz-RN e Sousa, que resultou na vitória do time potiguar por 2×0. O ponto de controvérsia foi a marcação de um pênalti para o Santa Cruz-RN e a aplicação de um cartão amarelo ao zagueiro Marcelo Duarte no final do primeiro tempo.

Aldeone Abrantes declarou que não se trata de um simples erro de interpretação, mas de uma manipulação dos fatos para criar situações inexistentes durante o jogo, citando o pênalti e o gol do primeiro tempo como exemplos.

Na ação, o Sousa pede a anulação do cartão amarelo do defensor e a suspensão do árbitro Raimundo José de futuros jogos do clube na Série D e outras competições nacionais. O clube alega que o árbitro agiu de forma totalmente contrária às orientações da Comissão de Arbitragem e aos regulamentos.

Durante o polêmico jogo, o Sousa foi derrotado por 2×0 pelo Santa Cruz-RN, com gols de Paulinho e Tiringa. O primeiro gol, marcado em um pênalti controverso, surgiu de um longo lançamento lateral nos acréscimos do primeiro tempo. Tanto os jogadores do Sousa quanto do Santa Cruz-RN ficaram confusos com a decisão do árbitro.

Aldeone Abrantes expressou sua indignação, pedindo até mesmo uma investigação da Polícia Federal. “Vou pedir a Polícia Federal para investigar. Eu não participo de esquema de jogo, não participo de esquema de aposta. O Sousa é um time que joga na bola e isso aí não tem outra justificativa que não seja casa de aposta,” afirmou.

No início do confronto, o Sousa teve um bom desempenho, criando duas oportunidades de gol em contra-ataques. No entanto, após a parada técnica, o Santa Cruz-RN dominou as ações e, nos acréscimos do primeiro tempo, Paulinho converteu o polêmico pênalti.

Ao final do primeiro tempo, jogadores e membros da comissão técnica do Sousa cercaram o árbitro Raimundo José para protestar contra a penalidade marcada.

 

Redação

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe